Estilistas Dolce & Gabbana são condenados a prisão por fraude fiscal

Dupla foi condenada em primeira instância a um ano e oito meses de prisão

Foto: FILIPPO MONTEFORTE

Os estilistas italianos Domenico Dolce e Stefano Gabbana foram condenados nesta quarta-feira em primeira instância a um ano e oito meses de prisão por uma fraude fiscal avaliada em um milhão de euros, informou a imprensa.

Os dois eram acusados de ter concedido o controle de marcas do grupo a empresas de fachada com sede em Luxemburgo para não pagar impostos na Itália.

As últimas do Donna
Comente

Hot no Donna