Estilo sustentável: PP Acessórios transforma sobras de couro da indústria calçadista em moda

Elas são duas designers, que, além de talento, têm um carinho todo especial com seus produtos e seus clientes, a frente de uma marca que une design a conceitos sustentáveis. Amanda Py e Petula Silveira criaram a PP em 2010, quando o upcycling ainda soava raro no mercado de moda. Sim. Elas foram pioneiras no Brasil em transformar, em agregar valor a um material excedente da indústria, no caso, o couro calçadista. Trabalhando com pedaços menores de couro que já não teriam utilidade na escala de produção uma grande empresa, embora de alta qualidade, elas criam bolsas, carteiras, acessórios e roupas de pura sofisticação. Pequerruchas de tamanho, mas grandiosas de atitude, Amanda e Petula são a tradução perfeita de que quando se faz o que se ama o resultado só poderia ser o melhor.

Foto Divulgação

 

As Patrícias te indicam outras marcas para conhecer
:: Glamour sob medida: a moda festa da estilista gaúcha Adriana Kavietz
:: Conheça a 3JNS: a marca gaúcha que tem jeans retornáveis e muito estilo
:: Peças chiques, atemporais e sem gênero: conheça a grife de Gabriela Basso

 

Porque a gente ama

Primeiramente, porque a gente sabe que uma peça da PP está fazendo bem para o meio ambiente. Pense: aquele pedaço de couro, mesmo sendo lindão, não teria utilidade para uma empresa calçadista, que precisa de uma metragem bem maior para produzir um modelo. Ele viraria lixo. Sério! A gente acha incrível aproveitar o que já existe, criando algo singular e de muita personalidade.

Diogo Guerra/Divulgação

As peças da PP exibem um lindo layout minimalista e atemporal. Sem forro, com linhas simples, que transitam por vários estilos e fazem bonito em diferentes ocasiões. São parceiras de vida.

 

O que só a marca tem

Ai. Uma peça mais querida que a outra, a começar pelas bolsas: a com duas alças, a simples, a mochila, a maleta, a spa, a pirâmide – ao todo, 30 modelos. Colares de franjas. Pulseiras de círculo. Saias mídis. Vestidos soltinhos. E peças para casa. Pode apostar: a PP Home também é de enlouquecer.

Diogo Guerra/Divulgação

Todos os modelos criados pela dupla acabam virando clássicos da grife. E vão ganhando novas versões conforme os materiais usados. Eis aqui outro gol das meninas: as bolsas são limitadas, já que a peça de couro também é única, e se tornam praticamente colecionáveis. O mesmo modelo fica muito diferente conforme o material – e dá vontade de ter várias.

Todas peças são cortadas à mão, e o acabamento, mesmo sem forro, é perfeito.

As designers sabem escolher muito bem que couro usar em cada modelo, fazendo com que as peças se tornem confortáveis ao uso, quase uma extensão da silhueta.
Fotos Diogo Guerra/Divulgação

 

Dicas de estilo com PP

Faça misturinhas com as peças. As nécessaires e bolsas pequenas podem ser acopladas às grandes, em diferentes texturas, cores e estampas, criando um novo modelo só seu. Invente!

 

Como comprar

No Coletivo 828 (Rua Visconde do Rio Branco, 828, Porto Alegre)

Na PP São Paulo (Rua Artur de Azevedo, 499, São Paulo)

 

Nas redes

No Instagram: @ppacessorios

No Facebook: /ppacessorios

Diogo Guerra/Divulgação

 

 

 

 

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna