Fabio Bartelt, o catarinense que está no topo da fotografia de moda no Brasil

Elogiado por modelos e respeitado por editores e stylists, Bartelt se consagra entre os grandes nomes da fotografia

Foto: Guto Kuerten

As próximas campanhas de Colcci, Carlos Miele e do estilista Alexandre Herchcovitch foram clicadas por Fabio Bartelt assim como serão editoriais e capas de edições de Vogue a partir de setembro. A versão nacional da revista de moda mais influente do mundo acertou exclusividade com o fotógrafo catarinense para que o olhar especial de Fabio não apareça em suas concorrentes diretas.

Nomes de peso da moda nacional estendem tapete vermelho a Fabio Bartelt. Tops como Isabeli Fontana costumam pedir por ele em seus trabalhos, o que tem tornado a rotina do fotógrafo uma loucura – com trabalhos aos domingos e feriados, que podem ser no Brasil, Nova York ou Suíça, só para ficar em lugares por onde ele passou recentemente.

Em meio à agenda caótica, Fabio gosta de reservar um tempinho para passar por um lugar que nada tem a ver com trabalho e sim com a origem: Itajaí.

– Ele está entre os três principais fotógrafos de moda do Brasil – afirma Paulo Martinez, editor de moda da revista Mag! e um dos mais respeitados profissionais da área no Brasil.

A top internacional Carol Trentini, natural de Panambi e esposa de Fabio, promete uma análise estritamente profissional do marido:

– Ele entende muito de beleza. Sabe deixar a modelo bonita.

Martinez completa que, além de talentoso, ele é um estudioso da imagem e um fotógrafo que sabe “ler a roupa e mostrar o que precisa ser mostrado”.

Foi com um empurrãozinho do editor que o catarinense emplacou como fotógrafo. Em 2008, Fabio topou o desafio de fazer um editorial para a MAG!, em que as fotos ganharam ilustrações do artista alemão Tomek Sardurski. A partir dali, não parou mais. Na época, era assistente de fotografia do gaúcho Jacques Dequeker – outra pessoa essencial em sua trajetória.

– Tudo que eu sei de foto aprendi com ele – elogia Fabio.

A paixão por moda começou na adolescência. Ele e o irmão mais velho, Anderson Baumgartner, organizaram a etapa local de um concurso de new faces da antiga agência Elite. Os dois eram fissurados por descobrir modelos.

– Gostávamos dessa coisa de encontrar meninas e indicar para as agências.

Os irmãos, ainda adolescentes, se passavam por imprensa catarinense para assistir a eventos de moda em São Paulo.

– A gente não tinha grana para a viagem. Então convidávamos amigos que tinham dinheiro só para nos levar. Em troca, a gente conseguia colocá-los lá dentro. Era divertido.

Em 1998, mudaram-se para São Paulo. Anderson era “assistente do assistente” na Agência Marylin, e Fabio ajudava o irmão.

– Ou seja, eu era quase nada… Morávamos num cubículo, no Bairro Jabaquara.

A dupla ficou sete anos na agência. Anderson tornou-se o principal diretor da Marilyn, e Fabio diretor do departamento de new faces. Nessa época, ainda sem foco na fotografia, Fabio já mostrava seu talento para a profissão.

O amor do fotógrafo pela top

 

A história de amor entre Fabio Bartelt e a top internacional Carol Trentini poderia compor um conto de fadas. Os dois se conheceram há 11 anos. Carol tinha 14 e chegou à antiga agência Marilyn para um teste. Fabio era diretor do departamento de new faces da agência, mas, no primeiro dia de Carol lá, ele não estava. Dias depois, alguém precisava buscá-la no hotel para novos testes. Fabio se prontificou.

– Quando ela apareceu na porta, tocou um sininho no meu ouvido que avisava: essa menina vai estourar. Tive certeza que ela seria uma super top – comenta.

Ele não sentiu atração por ela no início. Mas a convivência na agência os aproximou. A primeira vez que ficaram juntos foi em um evento em Belo Horizonte. Engataram um namoro de um ano. Como Fabio havia previsto, Carol estourou.

Viajou para Japão, Europa e Estados Unidos, e o relacionamento teve que terminar. O casal ficou separado por cinco anos.

– Eu continuei apaixonado por ela neste tempo todo – revela.

O irmão de Fabio, Anderson Baumgartner, tornou-se um dos melhores amigos de Carol e sabia que a menina continuava apaixonada por Fabio, seu primeiro namorado. No Réveillon de 2011, comemorado na Praia de Bombinhas, em Santa Catarina, com a presença de familiares de Carol, os dois retomaram o romance. Em outubro do ano passado, Fabio chegou de surpresa com um anel de noivado para a amada.

Casaram-se na Igreja Matriz de Itajaí em março deste ano. Ao completar um mês de casamento, Carol fotografava uma campanha no Recife. Quando chegou ao hotel, depois do dia de trabalho, encontrou flores do marido para lembrar a data.

– O que eu mais gosto no Fabio é a tranquilidade.Ele me dá paz. A gente se encaixa porque eu sou agitada, e ele, calmo. Sou apaixonada pela personalidade dele. Outra coisa em que combinamos é que adoramos rotina. Por exemplo, ficar em casa e tomar café da manhã juntos – declara-se Carol.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna