Francesca Romana Diana expande as criações para um guia e uma linha de porcelanas

Designer de joias lançou coleção de decoração com a Porcelana Schmidt, de Pomerode

Francesca passou por Florianópolis para a divulgação do livro de dicas
Francesca passou por Florianópolis para a divulgação do livro de dicas Foto: Ricardo Wolffenbüttel

Francesca Romana Diana faz parte do time de estrangeiros que desembarcaram em terras tupiniquins para apresentar o Brasil aos próprios brasileiros. A italiana, há 25 anos por aqui, colocou os olhos treinados em cima de nossas pedras e não deu outra.

– As pedras brasileiras sempre me encantaram. Elas são incríveis, mas faz pouco tempo que o Brasil dá valor. Quando cheguei eram consideradas cafonas, bregas. Mais ou menos a relação que nós tínhamos com o murano – confidencia durante o bate-papo em Florianópolis.

Em Santa Catarina, outros dois endereços, em Blumenau e Joinville, também vendem as peças.

Para o verão 2014, Francesca foi em busca dos detalhes do épico Jardim de Versailles, na França. Observando suas clientes, descobriu que elas não têm mais idade definida:

– Me surpreende que as meninas de 15 anos estão usando, economizando a mesada para comprar. Elas estão com mais informação de moda, antes não tinham muito acesso.

Além das joias e acessórios, a italiana acaba de lançar o livro Tudo Joia – Dicas Preciosas. Francesca entrega ao leitor suas escolhas relacionadas ao tema, das designers prediletos a dicas de como guardar suas preciosidades. A publicação reúne ainda entrevistas com Costanza Pascolato e Washington Olivetto, entre outros. Eles falam sobre construção de estilos, pedras brasileiras, joias favoritas e dicas de presentes.

Parcerias não faltam no currículo. Desde desfiles nas semanas de moda até uma linha elogiadíssima inspirada nas obras de Oscar Niemeyer. Sobre o papa da arquitetura nacional, ela se emociona ao contar o último encontro.

– Liguei, falei com a mulher dele, disse que era meu aniversário (risos). Falei que não queria incomodar o doutor Oscar, que seria só meia horinha, cinco minutos. Ele não estava mais enxergando direito, pegou as joias e sentiu com as mãos. Saí de lá me sentindo uma menina.

Fascinada pelo universo criativo alheio, a italiana está lançando uma coleção inédita na carreira. Com a amiga e parceira Lelli de Orleans e Bragança, bateu à porta da Porcelana Schmidt, em Pomerode, com uma proposta irrecusável. Juntos, acabam de lançar duas coleções de jogos de jantar e outras peças – com os temas Calçada de Ipanema e Borboletas.

As últimas do Donna
Comente

Hot no Donna