Iódice propõe um inverno de rock, mas sem perder a elegância

Grife foi a quarta a desfilar sua coleção nesta sexta-feira no São Paulo Fashion Week

Foto: Zé Takahashi

O inverno 2012 da Iódice é roqueiro, mas sem perder o luxo. A grife, que desfilou nesta sexta no São Paulo Fashion Week, ousou sem perder a identidade de elegância e glamour que a caracterizou ao longo dos anos. A inspiração para a coleção veio do livro Rock and Royality, de Gianni Versace e de um seminário sobre luxo. “Entendi que o Brasil é o novo luxo do mundo. Isso vale para a roupa, as atitudes, a alegria o modo de viver”, comentou.

A Iódice trouxe para a passarela peças feitas de forma inusitada: metais pequenos foram entremeados e unidos por uma resina especial. O material foi, então, pintado com as cores e estampas desejadas, um processo que demorou muito tempo para ser concretizado, mas que resultou em um visual único. As estampas de serpente permearam toda a coleção.

O cabelereiro Marcos Proença assinou o visual das modelos. O cabelo foi inspirado em princesas roqueiras, com moicano e volume no alto da cabeça e lateral justa. Entre as modelos, presença de Fernanda Motta, que nesta edição do SPFW foi exclusiva da Iódice.

Leia mais
Comente

Hot no Donna