Justiça italiana arquiva acusação de evasão fiscal contra Dolce e Gabbana

Estilistas foram acusados de enviar 1 bilhão de euros através de sociedade fantasma

Juiz Simone Luerti considerou que não há elementos suficientes para abrir um julgamento contra estilistas italianos
Juiz Simone Luerti considerou que não há elementos suficientes para abrir um julgamento contra estilistas italianos Foto: Antonio Calanni

O juiz de audiências preliminares de Milão decidiu nesta sexta-feira arquivar a acusação de evasão fiscal contra os célebres estilistas italianos Domenico Dolce e Stefano Gabbana.

Os estilistas haviam sido acusados de enviar cerca de um bilhão de euros através de uma sociedade fantasma de Luxemburgo.

O juiz Simone Luerti considerou que não há elementos suficientes para abrir um julgamento contra os donos da grife.

Leia mais
Comente

Hot no Donna