Louis Vuitton comemora 160 anos com coleção especial

*Por Lilian Pacce
Especial

Um kit chic de luta de boxe para Anderson Silva nenhum botar defeito, um baú que é uma verdadeira penteadeira dos sonhos, uma mala com salto alto — essas são algumas peças de edição limitadíssima da coleção Celebrating Monogram, que faz parte das comemorações de 160 anos da Louis Vuitton.

:: Choupette Lagerfeld, a gata mais famosa do mundo da moda, tem (muito) mais mordomia na vida do que você
:: O luxo mora nos detalhes | Entrevista com Mara Mac

Âncora do maior grupo de luxo do mundo, o LVMH, a marca francesa está animada com o aniversário, como se aproveitasse a ocasião para estabelecer uma nova era em sua história centenária, fortemente ligada às iniciais de seu fundador, que criou o monograma LV. Março deste ano marcou a estreia do novo diretor criativo, Nicolas Ghesquière (substituindo Marc Jacobs), no prêt-à-porter; em maio, ocorreu o primeiro desfile da coleção resort em Mônaco. E, no final de outubro, o grande feito: a Fundação Louis Vuitton _ menina dos olhos do CEO Bernard Arnault, com projeto do arquiteto americano Frank Gehry.

Para a Celebrating Monogram, a vice-presidente da marca, Delphine Arnault (filha de Bernard), escolheu a dedo seus colaboradores, do próprio Gehry ao sapateiro Christian Louboutin. As peças já estão disponíveis em lojas do mundo todo, algumas com valor equivalente às mais badaladas obras de arte contemporânea _ como o Baú Boxeador, de Karl Lagerfeld, ou o Ateliê Dentro de um Baú, de Cindy Sherman: R$ 415 mil. É sobre essa coleção exclusivíssima que Delphine fala a seguir.

 Louis Vuitton pag 10 donnaluxo

Monograma

“Prestamos uma homenagem ao monograma com um projeto especial: Celebrating Monogram. Trata-se de uma série de trabalhos que representam de maneira extraordinária e individual algo que todos nós conhecemos. Seis iconoclastas criativos, os melhores de suas áreas, que confundem os limites entre moda, arte, arquitetura e design de produto, ganharam carta branca para ditar e fazer o que quisessem com o canvas estampado com o LV: o designer de sapatos Christian Louboutin, a artista Cindy Sherman, o arquiteto Frank Gehry, o designer Marc Newson e os estilistas Karl Lagerfeld e Rei Kawakubo.”

Símbolo

“O Monogram é o símbolo atemporal da maison Louis Vuitton. Ele passou pelas incontáveis evoluções da marca, se reinventando sem jamais perder sua essência. Além disso, é um dos primeiros exercícios de branding de luxo e também um signo definitivo da cultura global. Sendo o principal legado do sucesso da grife, prestar uma homenagem a ele foi algo natural.”

Reinvencionices

“A Louis Vuitton sempre inovou e evoluiu no design de seus produtos, oferecendo constantemente aos clientes itens cada vez mais exclusivos e personalizados. E isso é a força da marca: nunca parar de reinventar suas coleções, muitas vezes tirando inspiração do próprio passado da Vuitton. Foi o que aconteceu quando Nicolas Ghesquière revisitou os icônicos itens da marca feitos em couro natural, usados desde 1860, e decorou os acessórios do desfile com o Monogram. E é exatamente o que acontece quando artistas de domínios diferentes reinterpretam o canvas Monogram, cada um a sua maneira.”

Casting

“É um grupo de gênios, artistas extraordinários. Eu poderia até dizer que são os melhores designers do mundo. Nós nos interessamos por pessoas que trabalham com a cabeça e com as mãos. E uma prova da influência deles é que todos já colaboraram com o grupo LVMH: Karl Lagerfeld faz Fendi, Frank Gehry assina o projeto da Fundação Louis Vuitton, Rei Kawakubo criou uma coleção em 2008… Queríamos respeitar o gênio criativo e a imaginação de cada um deles. Por isso, demos carta branca a todos para criar uma bolsa ou um item de bagagem. A única obrigação que tinham era usar o reconhecido canvas Monogram.”

Fundação Louis Vuitton

“A Fundação vai apoiar artistas e incentivar a criatividade por meio de projetos sob medida, aquisições, exposições e outras atividades multidisciplinares. Pretendemos fazer da Fundação um hub para palestras e debates, atraindo estudantes de arte e design para um programa educativo destinado ao acesso privado de jovens à arte e cultura. A Fundação prestará um tributo à criação e à criatividade em todas as suas formas.”

Leia mais
Comente

Hot no Donna