Moda sustentável: Renner lança coleção de jeans reciclado

Foto: Breno da Matta
Foto: Breno da Matta

Há algumas temporadas, a Renner vem investindo em matérias-primas e tecnologias menos impactantes ao meio ambiente, como o algodão certificado e o liocel, fibra de origem renovável extraída da madeira. Agora, a maior varejista de moda do País lança um selo para reunir suas ações e práticas sustentáveis, o Re – Moda Sustentável.

– Qualquer empresa tem que estar sempre muito próxima do seu cliente. E essa proximidade mostrou as mudanças de atitudes. Começamos a ver as pessoas mais preocupadas com a natureza, o desperdício de materiais e a poluição. Isso significa que nós também precisávamos mudar – explica o diretor-presidente das Lojas Renner, José Galló.

Foto: Breno da Matta

Foto: Breno da Matta

Como iniciativa inaugural do projeto, a novidade da vez é uma coleção confeccionada somente com jeans reciclado, batizada de Re Jeans. Voltada inicialmente ao público feminino, a linha traz peças como vestidos, calças, shorts e blusas, produzidas a partir do reaproveitamento de resíduos gerados pela própria cadeia de fornecimento da Renner. Depois de analisar os processos de suas indústrias têxteis, a empresa detectou um desperdício de cerca de 20% dos tecidos utilizados para fabricar as peças em jeans – as chamadas rebarbas de corte. Com a ajuda de uma equipe da Universidade de São Paulo, os resíduos foram reduzidos a 15%, mas ainda estava longe do ideal para a Renner.

A solução? Por que não reaproveitar esse material para criar novas peças? Baseado na economia circular – que prega o fechamento do ciclo de produção -, as sobras têxteis passaram a ser desfibradas para dar origem a um novo tecido, que volta ao fornecedor como matéria-prima. Para garantir o máximo aproveitamento, os tecidos que não tem qualidade o suficiente para se transformar em moda nas vitrines da marca são utilizados para produzir as cortinas dos provadores e as sacolas de compras, utilizadas dentro das lojas. Vale dizer que as peças não sofreram alterações no preço: a coleção em jeans reciclado é vendida por valores similares aos encontrados nas etiquetas das araras da Renner.

Lan+ºamento Re Jeans_Renner_(Foto Breno da Matta) (10)

O lançamento da nova linha aconteceu nesta quarta-feira, em São Paulo, durante um evento para convidados na Casa Press Pass. Em um bate-papo com a jornalista Lilian Pacce, José Galló e o gerente sênior de sustentabilidade da Lojas Renner, Vinicios Malfatti, apresentaram o novo projeto da rede de lojas gaúcha. Durante o encontro, Galló contou que a expectativa da Renner é mais do que triplicar as vendas de peças confeccionadas a partir de matérias-primas com menor impacto ambiental: em 2017, foram 3 milhões, enquanto a previsão é que, neste ano, sejam comercializadas mais de 10 milhões de itens com essa proposta.

Jose Galló, Lilian Pacce e Vinicios Malfatti no evento de lançamento. Foto: Breno da Matta

Jose Galló, Lilian Pacce e Vinicios Malfatti no evento de lançamento. Foto: Breno da Matta

Para marcar a criação do selo Re – Moda Responsável, a Renner também aproveitou a oportunidade e compartilhou uma série de compromissos que colocam ainda mais em evidência a sustentabilidade na marca. Utilizar algodão certificado em 100% de sua cadeia de fornecimento, reduzir em 20% as emissões de gás carbônico e ter todos os seus fornecedores certificados por entidades internacionais estão entre as promessas da marca, para serem cumpridas até 2021.

Confira a galeria com as peças da coleção

Leia mais:
:: 5 maneiras de deixar seu armário mais sustentável
:: Estilo sustentável: PP Acessórios transforma sobras de couro da indústria calçadista em moda
:: MET Gala 2018: Gisele Bündchen arrasa com vestido sustentável e ganha elogio do marido

Leia mais
Comente

Hot no Donna