Modelos devem ficar atentos ao direito de imagem nas semanas de moda

Processos relacionados ao mercado de moda têm crescido substancialmente

Contratos devem ser lidos atentamente
Contratos devem ser lidos atentamente Foto: Divulgação

O mercado de moda brasileiro movimentou R$ 136 bilhões em negócios ao longo de 2011, segundo estimativa do Ibope. E os números não param de crescer. As semanas de moda, como Fashion Rio e São Paulo Fashion Week, são os grandes objetivos dos modelos que querem mostrar seu trabalho e ganhar mais visibilidade. A maratona de desfiles faz com que muitos esqueçam de verificar contratualmente como será usada a sua imagem ao fim do evento.

– Algumas campanhas e fotos criadas para um fim específico acabam sendo reutilizadas sem a devida autorização, causando perdas e até danos morais ao envolvidos – pontua a advogada Mariana Valverde, do ramo do direito publicitário, regulamentar, propriedade intelectual e concorrencial.

Com isso, o Fashion Law (Direito de Moda) tem ganhado mais espaço no mercado. Designers, estilistas e empresas do ramo, agências de modelos e fotógrafos passaram a dar mais atenção a questões contratuais e legais no que se refere ao uso da imagem.

Segundo a advogada, os contratos precisam ser bem avaliados para evitar problemas futuros. Existem exemplos de modelos contratada para uma campanha no Brasil que teve seu rosto estampado em produtos até na Colômbia, o que o contrato não previa.

Leia mais
Comente

Hot no Donna