Oriente- se: turbante está fazendo a cabeça das mulheres

Acessório não economiza em chamar a atenção, por isso requer cuidados

Na série Sex and the City, a personagem de Sarah Jessica Parker usa o turbante
Na série Sex and the City, a personagem de Sarah Jessica Parker usa o turbante Foto: Divulgação

O verão já mandou dizer que é tempo de liberar o lado extravagante e abusar dos acessórios. Não é por menos que os fashionistas têm exibido pelas ruas um adorno para lá de chamativo, mas que já se impôs como tendência da estação: pegaram emprestados das arábias o turbante para dar graça às produções frescas que o calor pede.

O acessório não economiza em chamar a atenção, por isso requer cuidados e certa atitude, como orienta a consultora de imagem Gabriela Faula.

? Ele traz toda a atenção da roupa para a cabeça, então a pessoa tem que estar certa de que consegue carregar aquilo com ela.

É o bom- senso que conta. Mas existem algumas maneiras de aderir ao acessório sem radicalizar. Dá para trazer o turbante para o dia a dia com lencinhos enrolados na cabeça ou faixinhas que já vêm prontas.

Além de fáceis de improvisar, são mais básicos também. Na ideia do lencinho, vale pegar retalhos de tecido em casa e faixas de cabelo antigas para atualizar o visual sem investir um centavo.

Equilíbrio no rosto

Mulheres com o rosto fino podem colocar a faixa ou o turbante mais baixo, na altura da testa, e afofar o tecido para concentrar o volume nas laterais.

Para quem tem o rosto redondo, a dica é colocar o trubante mais próximo ao cabelo e ajeitar o volume do tecido no alto da cabeça para realçar o rosto.

Não é de hoje que o turbante é acessório queridinho dos antenados e amantes da moda. O estilista Paul Poiret tinha no Oriente Médio uma infinita fonte de inspiração para suas criações, no início do século 20.

::: Preguicinha

Mais tarde, nos anos 1970, o turbante reapareceu com uma pegada boho. Nas passarelas 2011, ele enfeitou cabeças em desfiles como de Armani.

Mais práticos, os turbands, mistura de turbantes com headbands, são boas alternativas para enfeitar o look sem chamar atenção demais.

Geralmente, eles são de tecidos flexíveis, que permitem o ajuste em qualquer formato de cabeça. Além disso, não precisa se preocupar com amarrações.

::: Um ar setentista

– Ficam ótimos com vestidos longos, floridos, bem femininos.

– Vale também abusar das cores, texturas e estampas.

– Com brilho, ele vai até para uma festa.

– Boas companhias para dias de praia ou piscina, quando o cabelo não colabora.

– Deixe o cabelo secar naturalmente e coloque um na cabeça.

Fonte: Designer de acessórios Liliá Liliequist

Leia mais
Comente

Hot no Donna