Piercings delicados em locais discretos viram febre nas passarelas – e nas ruas

Em Nova York, J. Colby Smith é o guru da nova moda: "O truque é agrupar belas peças sutis"

* The New York Times Service

Há algum tempo, exibir um piercing era um gesto escancarado, mas a nova onda é discreta. Piercings delicados em áreas antes reservadas aos corajosos atravessando a parte superior da orelha ou o septo nasal decolaram com o pessoal da moda. Joias elaboradas que sobem pela orelha apareceram na passarela de desfiles da Givenchy e da Chanel. A modelo Daria Werbowy tem argolas de ouro muito sutis na parte de cima das orelhas, exibidas em suas campanhas publicitárias da Céline.

O piercing também ganhou espaço paulatinamente entre as celebridades. A atriz Emma Watson, uma das clientes de Slutsky, foi fotografada com piercings. No começo de julho, Rihanna apareceu numa boate com uma argola no septo, embora tenha se especulado muito na internet que ele somente estava preso.

As atrizes Julianne Moore, Zoë Kravitz e Scarlett Johansson, modelos como Candice Swanepoel e Erin Wasson e Emily Weiss, do site de beleza Into the Gloss, tiveram piercings. E todas procuraram J. Colby Smith, da New York Adorned, que se tornou uma espécie de guru da nova moda do piercing.

00a3c69a

Aos 37 anos, Smith faz piercings desde 1999. Filho de uma família de testemunhas de Jeová, em Utah, a rebelião se manifestou por meio do skate e da música industrial e hardcore. Fazer um piercing e aprender a aplicá-los foram ritos de passagem. Agora ele atende 30 clientes por dia. Smith é conhecido pela estética delicada, colocando pequenas argolas ou pinos na orelha, muitas vezes com ouro rosa ou diamantes negros.

— O truque é agrupar belas peças sutis — explica.

Houve épocas em que isso era considerado feio, mas a joalheria está recuperando o tempo perdido com peças refinadas, simples e de alta qualidade. Na verdade, designers de joias como Hirotaka Jewelry, Wendy Nichol, Blanca Monrós Gómez, Jacquie Aiche e Ginette NY estão alimentando a nova estética, com argolas delgadas e minúsculos pinos ou barras em pedras preciosas.

00a42043

Segundo Smith, o piercing de septo nasal “é agressivo e tem o objetivo de parecer intimidante”, mas ele procurou garotas bonitas e estilosas para experimentarem, ajustando anéis pequenos tão próximos do septo que eles só são notados quando se olha bem de perto. Alguns piercings, como na língua, sobrancelha e alargadores que produzem buracos grandes nas orelhas, são considerados démodé: o visual lembra demais o de garotas que se rebelaram ou não são sutis o suficiente para serem considerados bacanas.

— O piercing funciona com um visual de menininha, como um contraste, mas também para a moda minimalista da Jil Sander que está voltando — diz Ilaria Urbinati, estilista de moda que trabalha com as atrizes Shailene Woodley e Lizzy Caplan.

As tendências na área das perfurações corporais vêm e vão – ao contrário das tatuagens. Nesse caso, há uma vantagem: se você se cansar dos piercings, não precisa ficar com eles.

Veja alguns modelos bacanas de piercing

 

 

 

*Fotos: Sam Polcer, NYTNS

Leia mais
Comente

Hot no Donna