Rede social fashionista é febre entre as brasileiras

O site Stardoll, que permite criar e vestir bonecas que podem ser compartilhadas com o mundo inteiro, é diversão online

Foto: Reprodução

A rede social que permite criar e compartilhar bonequinhas personalizadas atingiu os 200 milhões de usuários essa semana – o que equivale a dois terços da população dos Estados Unidos. Com 155 novas contas feitas por minuto, o Stardoll já tem a receita na ordem de dois dígitos de milhões em euros.

Brasil e Estados Unidos são os campeões de acessos, seguidos de Turquia, França e Inglaterra. Entre esses usuários, 91% são mulheres entre dez e 30 anos, e surpreendentes 40% dessas são jovens entre 17 e 30 anos, enquanto o público infantil representa apenas 31%. Muitas mulheres acima de 23 anos são mães que gostam de navegar junto com suas filhas. O Brasil tem 3,8 milhões de usuários, mais da metade deles com mais de 17 anos.

O jogo, além de permitir moldar e vestir as bonequinhas, oferece ainda a opção de utilizar peças usadas por celebridades na vida real – inclusive acessórios da cantora Lady Gaga! – e até mesmo de usar o biótipo de musas como Alessandra Ambrósio, Cleo Pires e Xuxa.

Marcas conceituadas já se antenaram no poder da rede: a Mattel lançou no ano passado uma linha de Barbies inspiradas nas fashionistas virtuais. DKNY, MAC, Natura e Boticário também já disponibilizam seus produtos na plataforma online.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna