Roberto Cavalli diz que escolha das roupas do Oscar é feita por “máfia”

Estilista reclamou do tapete vermelho durante a Semana de Moda de Milão

Naomi desfila para Cavalli
Naomi desfila para Cavalli Foto: AFP

O estilista Roberto Cavalli, que apresentou ontem sua coleção na Semana de Moda Feminina, em Milão, declarou que uma “máfia” atua na escolha das roupas que desfilam no tapete vermelho do Oscar.
  
? Eu quase não me proponho mais a vestir as estrelas do Oscar, isso é comandado por uma máfia, chefiada pelo Harvey Weinstein [produtor cinematográfico dos Estados Unidos e co-fundador da Miramax] com sua esposa Georgina Chapman, estilista da marca Marchesa ? declarou Cavalli.
  
O estilista também falou que não tem “dinheiro suficiente como os grandes grupos, como Gucci e Armani, para pagar o tapete vermelho”.
  
Antes de seu desfile, que teve como protagonista a modelo Naomi Campbell, Cavalli ainda disse que “daria o Oscar a Naomi pela interpretação das minhas roupas. É a única”.

A modelo britânica, conhecida por suas aparições nas passarelas e pelos escândalos em sua vida particular, desfilou com um vestido longo frente-única, em tom berinjela, com um ousado decote em “V”.

Leia também:
Hollywood: o poder dos stylists no tapete vermelho

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna