SCMC abre exposição dos trabalhos de 2014 neste domingo no CIC, em Floripa

Meu Móvel de Madeira
criou, junto com a
Udesc (E), uma coleção
de móveis e almofadas
baseada em Gui Neves,
do site nos.vc. Fotos: Le + Gui/Divulgação
Meu Móvel de Madeira criou, junto com a Udesc (E), uma coleção de móveis e almofadas baseada em Gui Neves, do site nos.vc. Fotos: Le + Gui/Divulgação

Em 2013, o SCMC mudou de nome. A última letra da sigla, antes Santa Catarina Moda Contemporânea, passou a simbolizar a cultura. Este ano, o movimento entra num dos espaços mais significativos da arte catarinense, o Centro Integrado da Cultura (CIC), em Florianópolis, para a apresentação do SCMC Transcultural, mostra dos trabalhos realizados pelos alunos das instituições participantes e os integrantes das empresas associadas. Um dos objetivos do Santa Catarina Moda e Cultura é desenvolver a criatividade dos envolvidos – nesta edição, os grupos buscaram inspiração em personagens e movimentos transformadores do Estado. A abertura será no sábado, dia 6, somente para convidados, e a visitação aberta ao público entre os dias 7 e 13 de dezembro. Para Jackson Araujo, consultor criativo do projeto, o elo definitivo do SCMC com a cultura se fortalece com a realização do evento final e a exposição no próprio CIC:

– Estamos inserindo moda e design em um outro contexto. Mas, ao mesmo tempo, não deixamos de tornar tangíveis as nossas inspirações através dos produtos.

O time da Altenburg e da Unisul criou diferentes objetos a partir do projeto Brasileirando, de Blumenau 

De acordo com Jackson, a exposição deste ano terá mais foco no produto. A estrutura das instalações será de andaimes, completamente linear, para destacar que as estrelas do SCMC são as criações dos alunos e profissionais.

A trilha sonora também terá uma surpresa. Quem prestar atenção nos ruídos da mostra poderá ouvir nomes  de cidades catarinenses e os sotaques de todas as regiões. As vozes foram captadas durante as fotos dos produtos e servem para que o visitante perceba a riqueza cultural que transborda no Estado.

– São diferentes sotaques que constroem uma identidade única, que não está visível apenas nas ruas, mas também nos produtos que foram inspirados em pessoas que transformam Santa Catarina através da arte e do design – explica Jackson.

A HI Etiquetas e o Senai Joinville apostaram nas flores cultivadas por Dario Bergemann para criar uma coleção de chapéus

Com uma coleção feita de tags, a Tecnoblu e a Unisul buscaram inspiração na marca Ratorói, de Jaraguá do Sul

A idealizadora do Orbitato, Celaine Refosco, motivou a Círculo e a Uniasselvi na criação de roupas com resíduos da produção de fios

Este ano, o movimento promove seis workshops e duas mesas redondas que envolvem os personagens que inspiraram as coleções. Toda a programação é gratuita, mas há necessidade de inscrição pelo e-mail scmc@scmc.com.br.

Paula Cardoso, gestora executiva do SCMC, diz que o objetivo dos workshops é levar ao público um pouco do que os times criativos, formados pelos alunos das instituições parceiras e empresas integrantes do movimento, estudaram durante o ano.

– É um conteúdo riquíssimo, que mostra a abundância que Santa Catarina têm em histórias e exemplos de pessoas que acreditam que o design pode ser um aliado da transformação social – diz.

Os oito eventos são:

7/12, às 17h – Mesa Redonda Economia de Afetos
Participantes: Círculo, Ratorói, Das Catarinas, Cidades Invisíveis e Jairo Lemertz
Sobre: a mesa vai trazer novas perspectivas sobre a sustentabilidade através dos exemplos destes personagens. A ideia é mostrar porque a sustentabilidade tem muito mais relação com as pessoas do que com as coisas.

8/12, às 17h – Workshop Ilustração Tátil
Ministrante: Márcia Cardeal
Sobre: a professora desenvolveu no seu projeto de mestrado estudos e análises sobre imagens tátil-visuais, que ilustram livros infantis produzidos para crianças cegas.

9/12, às 17h – Workshop Tricô e Crochê
Ministrantes: Monica Findelis, Tassiane Wanderweger e Mulheres do Frei
Sobre: Monica e Tassiane são estudantes do time criativo da Círculo e o projeto Mulheres do Frei inspirou uma das coleções. Neste workshop, elas falarão sobre a confecção de peças em crochê com as mãos, sem a utilização de agulhas.

10/12, às 17h – Bate-papo Natureza que Inspira
Participantes: Dario Bergemann e Santacosta
Sobre: estes dois personagens estudados pelo SCMC utilizam a natureza como ferramenta de transformação social. Promovem a visibilidade da natureza e da necessidade dos cuidados com ela de uma maneira criativa e inspiradora.

11/12, às 17h – Workshop Criativo Intervenções Artísticas
Ministrante: Coletivo Balbúrdia
Sobre: Balbúrdia é um coletivo que promove reuniões semanais para desenvolver experiências gráficas com desenhos, colagens, caligrafias, pinturas, fotos, stencil & grafitti, restos de impressão e qualquer outra matéria-prima gráfica.

12/12, às 17h – Workshop Processos Criativos Experimentais
Ministrante: Carola Carula
Sobre: professora da Univali que trabalha com slow fashion e se destaca pela valorização de matérias-primas, capital intelectual e cultura locais.

13/12, às 10h – Workshop Fotografia para Iniciantes
Ministrante: Kombinacomfoto
Sobre: projeto criado por Felipe Colvara Teixeira que ensina fotografia em passeios ecológicos e culturais.

SERVIÇO

SCMC Transcultural – 7 a 13 de dezembro, das 10h às 20h, no CIC,
Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600, Agronômica, Florianópolis.
Entrada gratuita.

Leia mais
Comente

Hot no Donna