SPFW, dia 6: a camiseta de banda moderninha da Cotton Project e o genderless de João Pimenta

Fotos: Agência Fotosite, Divulgação
Fotos: Agência Fotosite, Divulgação

O sexto dia de desfiles da São Paulo Fashion Week começou no início da tarde, com a estreia da Memo nas passarelas. Depois, foi a vez da descolada Cotton Project armar uma apresentação na Baró Galeria, na Barra Funda. Para fechar a 42ª edição da semana de moda paulistana, o estilista João Pimenta e a Coca Cola Jeans – com a presença de Sasha Meneghel – mostraram suas apostas.

#DonnaNaSPFW
:: SPFW, dias 1 e 2: o balneário cool da Animale, o militarismo pop d’A La Garçonne e o show de representatividade da Lab
:: SPFW, dia 3: a desconstrução detalhista de Fernanda Yamamoto e o jogo de proporções da Experimento Nohda
:: Ronaldo Fraga faz primeiro desfile da história da SPFW somente com modelos trans e travestis

Quer saber como foi? Preparamos um resumão com os melhores momentos (e fotos!) do dia. Você também pode acompanhar nossa cobertura direto do Parque do Ibirapuera pelo Stories, no nosso Insta @revistadonna, e pela página no Facebook. Todos os detalhes da passarela e do backstage você encontra na hashtag #DonnaNaSPFW.

Mais sobre as fashion weeks
:: O melhor do Minas Trend, com as tendências para o inverno 2017
:: Tudo o que rolou na última edição da SPFW
:: Rio Moda Rio: a estreia da nova semana de moda carioca

A academia fashion da Memo

Pela primeira vez, uma marca fitness cruza a passarela da SPFW. Com coleção-cápsula assinada por Lolita Hannud, da Lolitta, em parceria com a diretora criativa Patrícia Birman, a Memo faz sua estreia com propostas que inspiram a tirar o look esportivo apenas da academia.

Aqui, a proposta é dar uma cara fashion a peças como bodies, macacões e vestidinhos. E vai bem: os maiôs justinhos ganham recortes estratégicos, enquanto camisetas máxi aparecem com detalhes em tela. Olho também nas parkas, aposta de várias grifes ao longo da semana. A cartela de cores segue o que se viu no Resort da Lolitta, com tons nudes, cinzas e pretos combinados a pontos de luz em neon. A linha desembarca nas lojas a partir da primeira semana de dezembro.

 

A camiseta de banda moderninha da Cotton Project

Para esta temporada, a Cotton Project investiu em um projeto experimental que tem tudo a ver com o DNA da marca, que mistura música e cultura jovem: a ideia era fazer uma releitura das tradicionais camisetas de banda, mas de um jeito que saísse do lugar comum. E deu muito certo.

Para deixar ainda mais moderninhas as peças da etiqueta, a Cotton se uniu a duas duplas que têm tudo a ver com essa pegada. Com a Aymoréco, banda do ator Chay Suede e do músico Diogo Strauz, a grife reinterpretou alguns figurinos usados nos shows – estão lá o beijo e o batom, estampas preferidas para as roupas de shows. Já com o duo Selvagem, que comanda uma das principais festas eletrônicas do eixo Rio-SP, a pedida foram roupas que resgatam o clima das baladas que deram origem ao movimento, nos anos 80. De um lado, moletons, muito rosa e as jaquetas metalizadas que viraram desejo entre os fashionistas que circularam pela Baró Galeria, onde a coleção foi apresentada. Do outro, jaqueta de couro – com a mensagem Illegal dance parties que se repetia em uma bolsa -, camisetas e o maiô criado em parceria com a carioca Haight, e estampas da artista espanhola Blanca Miró. Não há dúvida que vão virar febre entre os moderninhos, a exemplo da jaqueta Lost Boys – que você já deve ter visto por aí.

 

O genderless de João Pimenta

João Pimenta pode até ter somente modelos masculinos em sua passarela, mas não há dúvidas que tudo o que ele cria vira desejo para meninos e meninas. O conceito do genderless sempre esteve presente em seu trabalho – e, agora mais do que nunca, reforça que suas peças podem ser vestidas por ambos os sexos.

Outro detalhe também mudou: João mudou um pouco seu processo criativo e, em vez de temas, abriu espaço para trabalhar com algumas tendências. Estão lá as joggings e a famigerada jaqueta bomber, que virou febre nas últimas estações. Saia plissada, camisa com ombro de fora e um oversized mais vida real (e menos inspiracional, como se viu ao longo da semana) completam o rol de apostas trend com que o designer trabalhou. Na paleta de cores, aproximadamente sessenta nuances de tons pastel, com uma proposta mais clean. Nos pés, três modelos de tênis criados por João Pimenta para a etiqueta gaúcha West Coast, marca da qual é diretor criativo.

O denim tendência da Coca Cola Jeans

Como de costume nas últimas edições, a SPFW tem encerrado com uma participação estrelada na passarela. Desta vez, a convidada especial para desfilar na Coca Cola Jeans foi Sasha Meneghel. A garota de 18 anos, que mora nos Estados Unidos e estuda moda, prepara uma coleção com a grife, que será lançada em fevereiro. Por enquanto, causou burburinho nos bastidores ao abrir e fechar o show da grife de jeanswear – acompanhada da mãe, Xuxa, na plateia.

Vêm do Oriente as referências para a coleção, repleta de plissados e dobraduras. O oversized, que dominou a passarela ao longo da semana, apareceu por aqui em jaquetas e parkas com modelagem desabada e jeans soltos. Peças da vez como a “mom jeans” – ou calça da mamãe, em tradução livre -, bem anos 80, também foi vista por aqui. Nos pés, botinhas-desejo em denim ou metalizado.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna