Tal mãe, tal filha: dicas para entrar na tendência das roupas combinando

Professora de moda dá dicas de como coordenar peças semelhantes para mães e filhas

Foto: Mini Milly

Famosas como Katie Holmes e Jessica Alba ajudaram a espalhar a tendência batizada de “tal mãe tal filha”, vestindo as filhas com roupas parecidas com as suas. A moda pegou e várias grifes entraram na brincadeira, produzindo peças com cores, formas ou estampas em versões míni para presentear as pequenas. Bruna Michel, professora do curso de Criação e Coordenação de Moda do Senac Novo Hamburgo, confirma e vai além: diz que a tendência já pode ser encontrada também em acessórios como bolsas e calçados.
 
Para adotar a moda e não errar no look, Bruna diz que é importante estar atento ao estilo de roupas que mais combina com a criança.

? É possível fazer intervenções, mas sempre levar em conta o conforto da criança. Afinal, a modelagem das peças dos pequenos deve sempre levar em conta o conforto.

Outro detalhe importante é com a aparência das meninas.

? Elas podem vestir-se iguais as mães, mas devem fazer coisas compatíveis com suas idades, lembrando que vestir-se igual a um adulto, não podem ser mini-adultas – afirma.
 
Bruna Michel dá 5 dicas para acertar na escolha das peças para mães e filhas:
 
1.    Abuse das estampas florais delicadas.
2.    É possível usar listras com cuidado: um pouco mais largas nas mães e mais finas nas filhas.
3.    Pode ser usado o mesmo tecido na roupa da mãe e da filha, lembrando também que os tecidos para as crianças sempre devem ser confortáveis e as peças sejam adaptadas ao corpo infantil e diferenciadas no corpo da mãe.
4.    Evite usar tomara que caia, blusas de um ombro só ou peças ousadas nas crianças, assim como sapatos de salto alto.
5.    O mais importante: a criança precisa ter liberdade para poder brincar.

As últimas do Donna
Comente

Hot no Donna