Usar o vestido perfeito no Oscar pode turbinar a carreira das atrizes

Estilista analisou o estilo de cinco atrizes e tentou prever que tendências ou estilistas deverão cruzar o tapete vermelho neste domingo

No Globo de Ouro, atrizes já desfilaram seus estilos
No Globo de Ouro, atrizes já desfilaram seus estilos Foto: Frederic Brown

Se existisse um Oscar de melhor vestido, a competição seria tão acirrada quanto a disputa pela estatueta de melhor atriz. Na noite deste domingo, quando ocorre a entrega dos prêmios da Academia, o tapete vermelho vai revelar modelos belos, caros e uma corrida velada pelo primeiro lugar na lista das mais bem vestidas. O reconhecimento, na indústria da moda e das celebridades, vale quase tanto quanto uma estatueta dourada.

Muita coisa acontece antes e depois de uma atriz desfilar em frente às câmeras dos fotógrafos. A procura pelo vestido perfeito começa até seis meses antes da temporada de premiações, que, além do Oscar, inclui o Screen Actors Guild Awards, o Critics Choice e o Globo de Ouro, todos realizados no começo do ano. Para cada um desses eventos, entra em cena o stylist, profissional contratado pelas atrizes para montar as produções.

Ele vasculha araras de grifes, telefona para estilistas para encomendar peças sob medida, comparece a desfiles e, se vê na passarela um vestido que cairia como uma luva para a cliente, apressa-se em reservá-lo. Essa reserva, no entanto, não é garantida. Se mais de uma pessoa manifesta interesse por um mesmo modelo, a marca se dá ao luxo de eleger quem ganha a briga. Normalmente, leva quem tem mais nome e, por consequência, atrai mais flashes e publicidade.

No dia do evento, as atrizes ostentam somas absurdas em vestidos, joias, sapatos e bolsas. Quase nada é pago do próprio bolso (Natalie Portman, provavelmente, nunca parcelou o Dior de US$ 60 mil em 10 vezes no cartão de crédito). As grifes trabalham com empréstimos ou, de olho nos holofotes que podem atrair, pagam uma celebridade para usar uma determinada peça. No ano passado, Anne Hathaway teria recebido US$ 750 mil para usar colar, anel e par de brincos de uma joalheria.

O investimento é alto, mas o retorno é garantido, pois o que faz sucesso no Oscar acaba sendo imitado mundo afora. No caso dos vestidos, o mais aclamado da noite costuma vender como água para as poucas que têm condições de desembolsar aqueles US$ 60 mil de Natalie. A tendência lançada por um modelo específico também se espalha e, meses depois, aparece refletida em festas de casamento e formaturas.

Por baixo dos panos

O stylist age mesmo onde os flashes das câmeras não chegam. Rachel Zoe, uma das profissionais mais famosas dos Estados Unidos, manda um time de assistentes escolher até a lingerie que a cliente vai usar. Quase todas as candidatas a bela da noite apostam na Spanx, uma cinta feita com tecido especial que molda o corpo, assenta gordurinhas e, segundo promete o fabricante, reduz até dois números no manequim. Os assistentes também cuidam da maratona de beleza pré-Oscar, que conta com sessões de drenagem linfática, aplicações de Venus Freeze (aparelho que “congela” a pele, dando mais elasticidade e sumindo com rugas) e dietas líquidas.

Vale o esforço. Aparecer impecável no tapete vermelho pode render até um empurrãozinho na carreira de uma atriz. Quanto mais bem cotada por críticos de moda, mais ela aparece em sites, revistas e jornais nas semanas seguintes. O destaque a coloca em tal patamar de fama que diretores, de olho em sua ultraexposição, acabam escalando a tal atriz para mais trabalhos. Eleger a roupa certa também pode render comentários por anos a fio. Que o diga Hilary Swank, que até hoje é aplaudida pelo Guy Laroche azul-marinho com costas de fora que usou em 2005.

Quando termina a pressão do tapete vermelho, sobra a tensão para saber se a romaria de preparação deu bom resultado. Várias atrizes, assim que entram no Teatro Dolby para a cerimônia de premiação, já acessam a internet e conferem os comentários sobre o look. Entrar na lista das malvestidas, para muitas, é pior que perder um Oscar.

O que elas vão usar?

A convite de Donna, a stylist gaúcha Roberta Weber analisou o estilo de cinco atrizes e tentou prever que tendências ou estilistas deverão cruzar o tapete vermelho neste domingo. Como base para as apostas, usou os modelos eleitos por elas nas premiações de janeiro e, assim como os profissionais americanos, também vasculhou destaques das passarelas.Nas próximas páginas, confira looks para Anne Hathaway, indicada a melhor atriz coadjuvante, Jennifer Lawrence, Jessica Chastain e Naomi Watts, na disputa de melhor atriz, e Amanda Seyfried, que neste ano têm levado o prestigado, apesar de informal, prêmio de mais bem vestida da temporada de premiações.

Jessica Chastain

Jessica tem optado por cores vivas, que realçam a pele clara e os cabelos ruivos. O vestido claro da Calvin Klein, usado no Globo de Ouro, foi alvo de muitas críticas. Por isso, o stylist da atriz deve caprichar muito mais no Oscar. Ele poderia eleger o modelo ao lado, um Zuhair Murad com estampa barroca em dourado e branco. O dourado forte garante o toque de cor. Com corpo atlético e braços bem torneados, a atriz pode e deve usar o clássico (e em alta) tomara que caia.


_________________________

Naomi Watts

Naomi Watts é clássica e discreta. Para o Oscar, poderia escolher um estilo mais ousado, como o vestido vermelho ao lado, assinado por Elie Saab. O vermelho casa muito bem com o tom de pele da atriz. Apesar da cor vibrante, não perde a sofisticação. Sequinho, deixa o corpo mais longilíneo, e o bordado dá a elegância que a produção merece. O detalhe da capa é fator fundamental para deixar o visual com cara de “old Hollywood”. Vale prestar atenção: as capas prometem virar hit nos looks de gala.

_________________________

Jennifer Lawrence

A atriz poderia apostar em um modelo Dior, já que é uma das garotas-propaganda da grife. O ideal para a silhueta de Jennifer é um modelo de linhas minimalistas, mas que realce as curvas. Este tomara que caia off-white ficaria lindo. É imponente, uma qualidade necessária para o look de uma provável ganhadora do Oscar.

____________________________

Anne Hathaway

A bela adotou um estilo mais ousado desde que cortou os cabelos. Valentino, um de seus estilistas preferidos, foi o responsável por seu vestido de noiva e por vários outros looks de tapete vermelho que desfilou recentemente. Um modelo couture da marca seria perfeito para o Oscar. Anne poderia usar este deslumbrante modelo off white com estampa em 3D da maison. A riqueza do tecido trabalhado é digna de estrela de cinema. O estilo dá mais volume à silhueta, o que acaba sendo uma opção perfeita para a atriz, que emagreceu bastante para interpretar a personagem Fantine em Os Miseráveis.

_________________________

Amanda Seyfried

A atriz tem feições suaves e longos cabelos loiros, que ela normalmente usa soltos. No tapete vermelho, adora looks de apelo romântico. Um modelo em tom pastel com detalhes de renda, pode ser a pedida para o Oscar. A pele clara combina com praticamente qualquer cor, mas o modelo Elie Saab ao lado, em azul -claro, tem o equilíbrio perfeito entre o delicado, graças à renda trabalhada, e o sensual, já que o bordado deixa toques de transparência estratégicos. Bem justo e com brilhos, o vestido favorece o corpo esguio da atriz. As mangas longas são superelegantes e uma ótima dica para quem quer disfarçar braços mais volumosos.

_________________________________

Cada corpo, um estilo

Evelise Peixoto, proprietária de uma loja de vestidos de festa, ensina a comprar o modelo perfeito de acordo com seu corpo

Baixinha

O tomara que caia e os vestidos de um ombro são ótimas escolhas. Saias mais retas e sem volume também. Na hora de compra, procure por modelos inteiros, sem recortes, cintos ou faixas. Estes recursos não são recomendados porque “dividem” a silhueta, dando a impressão de que a pessoa é ainda mais baixinha.

Quadril largo

Evite o modelo sereia ou qualquer um com cauda. Quem quer disfarçar um quadril largo deve atrair a atenção para a parte de cima do vestido. Vale apostar em decotes mais ousados ou frente única. As melhores saias são aquelas em corte evasê e em tecidos com movimento.

Seios pequenos

Vasculhe as araras da loja atrás de vestidos com bordados ou drapeados na parte superior, que deixam o busto maior. Abuse de acessórios e maxicolares. O decote pode ser em V ou tomara que caia. A saia é reta e com pouco movimento.

Seios grandes

Ouse em detalhes na cintura e no quadril para equilibrar o visual. Se quiser usar tomara que caia, aposte em vestidos com filó (tule transparente) na área do colo, que dão mais sustentação. Evite bordados volumosos na região do busto.

* Veja vídeo com dicas de vestidos de festa:

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna