Alecrim, hibisco, jasmim… conheça os segredos e benefícios de 10 chás

O costume europeu de beber chás chegou de barco ao Brasil e se fundiu com as tradições indígenas de curar através das ervas. Até hoje, o consumo continua a crescer, assim como a variedade de sabores e a lista de benefícios conhecidos. Se nos dias quentes a preferência é pelos chás quentinhos, no inverno a clássica fumaça se multiplica nas xícaras.

Há quem tome pelo sabor e quem opte pelos ingredientes menos conhecidos apostando nos benefícios que podem lhe trazer. Aquelas dicas da avó sempre são válidas e a cura de diversos incômodos, pode sim, vir através de boas e quentinhas infusões.

Para tirar as dúvidas sobre os reais benefícios de cada chá, conversamos com Flávia Moraes, nutricionista da rede Mundo Verde, especializada em produtos naturais. Confira as dicas:

O capim cidreira ajuda a aliviar gases e melhora o funcionamento do sistema digestivo. Além disso, atua como calmante.

camomila— Para quem está com algum problema digestivo, a dica é experimentar o chá de camomila, que ajuda em momentos de indigestão, alivia a sensação de cansaço e diminui a ansiedade, induzindo ao sono mais tranquilo.

— A fusão de hibisco funciona como diurético em nosso sistema e ajuda diminuir a pressão sanguínea. A grande quantidade de antioxidantes ajuda a proteger dos radicais livres.

flor de jasmim
— Quem anda desanimado, com sintomas de depressão, estresse, ou até doenças de pele ou conjuntivite, pode experimentar o chá de flor de jasmim.

— Para aliviar – quase — todos os males, o chá de alecrim é um tesouro. Além de melhorar a digestão, ele age contra os chatos espasmos musculares, os indesejáveis fungos, as intoxicações e as inflamações.

— Já a erva doce é muito utilizada para relaxamento, devido ao aroma, mas também serve para combater as cólicas, os gases e a má digestão.

canela— O sabor forte e marcante da canela afasta muitas pessoas, mas ela é um ótimo ingrediente no controle de diabetes. A vontade de comer doces e o nível de glicose no sangue diminuem e o chá ainda melhora a circulação.

— Para aliviar enjoos e náuseas, o gengibre é o mais lembrado. No organismo ele atua como anti-inflamatório e ainda favorece a digestão.

— A planta que serve de base para o chá verde e o chá branco, a Camellia sinensis, tem princípios que evitam a formação de placas de colesterol e assim previne contra derrames, infartos e até alguns tipos de câncer. A boa notícia é que uma recente pesquisa comprovou que o chá verde ajuda a emagrecer, pois acelera o gasto de calorias na hora do exercício físico. 

É importante saber, também, que existem duas formas de preparar chás, a infusão e a decocção. A primeira é a mais tradicional, pois funciona para folhas e flores, já a segunda, é indicada para raízes, sementes e cascas. As proporções para as receitas são de uma a duas colheres de chá para cada xícara de água.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna