A família vai aumentar: e agora?

Especialistas dão dicas para preparar o primogênito para a chegada do irmãozinho

Há, em média, uma diferença de dois anos entre a idade média do primeiro parto de mulheres com e sem alto nível de instrução
Há, em média, uma diferença de dois anos entre a idade média do primeiro parto de mulheres com e sem alto nível de instrução Foto: Stock Photos, divulgação

Compartilhar

Para aumentar a família, não existe hora certa ou melhor receita. O casal deve saber qual o momento ideal para “encomendar” um filho e preparar o primogênito para uma grande mudança na rotina.

Algumas dicas podem ajudar os pais, mas é preciso bom senso e paciência para lidar com as rebeldias das crianças.

::: Observe as alterações na rotina do mais velho. Caso sejam necessárias mudanças marcantes, como o ingresso na escola, o abandono das fraldas ou da chupeta, é bom que sejam feitas antes de o segundo filho nascer, para que as mudanças não sejam associadas à chegada do bebê.

::: Durante a gestação, mostre à criança as transformações que ocorrem no corpo da mãe, convide-o a participar dos preparativos para a chegada do irmão.

::: A criança mais velha pode participar de uma consulta pré-natal e de uma ultrassonografia, para ver o irmão.

::: Proponha que o primogênito escolha um brinquedo para o irmão. O irmão, ao nascer, poderá “trazer um brinquedo” para o mais velho.

::: Explique para seu filho, próximo à data do parto, como será esse período. Conte que a mãe e o bebê ficarão no hospital, que um recém-nascido precisa de cuidados e que, ao nascer, ele não poderá participar de todas brincadeiras.

::: A ajuda do pai é fundamental após o nascimento do segundo filho. É ele quem poderá criar novas brincadeiras e passeios com o mais velho ou ficar com o pequeno para que a mãe tenha momentos com o primogênito.

::: Em casos de rebeldia, os pais precisam saber que é preciso dar limites ao filho e que a criança pode estar mudando o comportamento devido às alterações na própria vida. Nesse período são comuns atitudes regressivas, como fazer xixi na cama e voltar a usar chupetas.

Fontes: psicólogas Gabriela Filipouski e Maria da Graça Moraes

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna