A ioga pode ajudar no tratamento da infertilidade feminina?

Aceitação da ioga como um tratamento complementar da infertilidade está crescendo lentamente

Beijo do casal real foi um momento de frisson para a multidão
Beijo do casal real foi um momento de frisson para a multidão Foto: Reprodução, youtube

Além de tributar o corpo, a mente e o bolso, a infertilidade pode ser uma experiência muito solitária. Em muitos países, já existem grupos de apoio para os casais inférteis, mas nos últimos anos, os cursos de “ioga para a fertilidade” tornaram-se cada vez mais populares. Eles são os últimos de uma série de abordagens holísticas ou de tratamentos complementares para o tratamento de infertilidade que incluem programas de acupuntura (cuja eficácia para os pacientes de infertilidade é apoiada por pesquisas) e massagens (que não apresentam dados específicos para apoiá-los).

Nenhum estudo científico provou até agora que a ioga tem aumentado as taxas de gravidez em pacientes inférteis. O ginecologista Joji Ueno, diretor do Instituto de Ensino e Pesquisa em Medicina Reprodutiva de São Paulo, porém, esclarece:

? Todas as pacientes que praticam ioga defendem que as habilidades de enfrentamento que aprendem nas aulas ajudam a reduzir o estresse em relação à infertilidade. Além disto, o compartilhamento de experiências sobre a infertilidade com o grupo pode aliviar muito a tensão psicológica destas pacientes.

Estilo de vida moderna

Tabagismo, álcool, estresse, cafeína e alguns medicamentos podem prejudicar a fertilidade, assim como o sobrepeso, a obesidade ou a anorexia. Como melhorar as chances destas mulheres engravidarem: com dieta, massagem, ioga ou apenas com as técnicas consolidadas de reprodução humana?

? Assim como os médicos já fazem recomendações sobre o estilo de vida, visando prevenir doenças cardiovasculares e diversos tipos de câncer, é hora de acreditarmos que os fatores modificáveis também podem ser identificados no campo da saúde reprodutiva, visando a redução dos casos de infertilidade. E quando o assunto é modificar o estilo de vida do paciente, a ioga pode ser uma aliada das recomendações médicas ? diz o especialista.

O estresse há muito tem sido apontado como um fator capaz de reduzir a probabilidade de concepção.

? A ioga é uma técnica de relaxamento muito eficaz e uma ótima maneira de fazer com que as mulheres entrem em sintonia com seus corpos ? conta Ueno. 

Importantes centros de tratamento de infertilidade já contam com aulas de ioga, como parte do “pacote de  tratamentos oferecidos”. Dentre estes, destacam-se os programas dos Fertility Centers of Illinois, em Chicago (criados em 2002), e o Fertilidade Shady Grove, em Washington (criado em 2008). Em 2009, a New York University Fertility Center, em Manhattan, integrou ao seu corpo clínico, dois instrutores de ioga para ajudar as pacientes. 

Relaxamento x gravidez

É fato que mulheres com alto nível de depressão e estresse têm baixos níveis de fertilidade. Às vezes, a depressão e o estresse são resultados da infertilidade, o que cria um círculo vicioso.

? A inclusão da ioga e de outras terapias holísticas e complementares ao tratamento da infertilidade não vêm reforçar a teoria simplista do ‘apenas relaxe e você vai ficar grávida’. A ioga pode ter um impacto muito positivo sobre a infertilidade, mas a infertilidade é muito mais do que simplesmente uma questão de relaxamento ? finaliza o médico.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna