A promessa feminina do rap

Flora Matos tem apenas 21 anos
Flora Matos tem apenas 21 anos Foto: Divulgação

No território masculino que é o rap brasileiro, não é comum uma mulher entoando rimas. E Flora Matos aparece como um nome promissor. A MC de 21 anos participou de O Jogo É Hoje (2008), mixtape com direção musical de Ice Blue e Mano Brown (Racionais MC’s), acompanhou com suas rimas os principais DJs de rap e vem se apresentando com o Instituto, banda na qual já cantou o rapper Sabotage, um dos maiores expoentes nacionais do gênero, morto em 2003.

Flora foge dos agudos de Negra Li e não chega ao tom áspero de Nega Gizza. Ao vivo, impressiona pelo fôlego que emenda seus versos e pelas diferentes levadas com que canta. – Minha música vai além do rap, mas ele está sempre presente – diz.

Flora cresceu em Brasília, fazendo backing vocals para o pai, o músico Renato Matos. Com 14 anos, assistiu a um show dos Racionais.

– Foi quando me envolvi com o rap.

Começou a frequentar as batalhas de rimas cariocas, onde não é comum a presença de mulheres, “mas cheguei a ganhar uma ou outra”.

Em outra apresentação dos Racionais, em Belo Horizonte, fez um dos shows da noite, antes do grupo.

– A galera gritando, querendo que eu fosse embora antes de me ouvir. Peguei o cara mais empolgado da plateia e fiquei rimando para ele – lembra.

As rimas de Flora renderam elogios de KL Jay, DJ dos Racionais, e um convite, dois anos depois, para gravar um remix produzido por ele. A MC trocou Brasília por São Paulo.

Na cidade, começou a acompanhar DJs como Primo, King, além de KL Jay, com um pocket show durante suas discotecagens. Dali, emplacou uma faixa na mixtape O Jogo É Hoje – a única mulher da compilação – e acabou nos palcos do Instituto.

Com caminhos abertos no rap, promete seu disco solo para 2010.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna