Academias investem em pequenos grupos para dar atendimento aos frequentadores

Antes, contratar um personal era a única forma de garantir um treino individualizado

Cada aluno precisa montar seu treino personalizado para evitar erros
Cada aluno precisa montar seu treino personalizado para evitar erros Foto: Júlio Cordeiro

Aquela lista de exercícios que parece uma receita de bolo, igual para todos os alunos, começa a virar coisa do passado nas academias. A aposta agora é na individualização dos treinamentos. Isso quer dizer, um programa de atividades que se encaixa nas necessidades dos alunos, de acordo com avaliações nutricionais, físicas, fisioterápicas e clínicas. Métodos que permitem acompanhamento multidisciplinar, de várias especialidades, estão se proliferando nas academias.

Em uma delas, resultados mais rápidos e eficientes são a primeira resposta de um treinamento baseado na individualidade de cada pessoa. Antes de começar a malhar, o aluno é submetido a diversos exames, que vão medir suas capacidades metabólica, física, nutricional e clínica. O cientista esportivo Guilherme Pontes afirma que um bom planejamento é essencial.

? Dessa forma, nós impedimos que os resultados ocorram de forma aleatória. É uma atividade física realmente programada e individualizada ? salienta.

A parte final desse processo é o treinamento. A grade de exercícios a ser seguida estará inteiramente baseada nos resultados dos exames anteriores e será exclusiva daquele aluno. Dessa forma, as pessoas saberão a quantidade exata de exercício necessária para queimar aquela gordurinha extra ou aumentar a circunferência do bíceps. Segundo os defensores desse método, ele possibilita perder alguns quilinhos na balança bem mais rápido.

? Exercício na dose certa é igual a maior eficiência. Desse jeito, os resultados são bons. Sempre dá certo ? garante Pontes. ? O pulo do gato do acompanhamento personalizado é que ele permite que o treinamento fique mais perto do ideal ? aponta o personal e sócio de uma academia de Brasília, Marco Paulo Paoli.

Os especialistas alertam que a interação entre todos os profissionais envolvidos no processo é fundamental para obter os melhores resultados.

? É necessário que os nutricionistas e os professores troquem figurinhas. O treino e a dieta devem estar completamente interligados. É um sistema completamente interdisciplina ? comenta Paoli.

Pequenos grupos

Outra academia de Brasília implementou um sistema de individualização de treinamentos focado em aulas de ginástica localizada. O small group tem, no máximo, seis alunos por turma. Eles são acompanhados por um nutricionista, um fisioterapeuta e um personal trainer, além de passarem por uma avaliação física mensal.

O idealizador da ideia e professor de localizada, Almyr Barros, garante que o trabalho dessa equipe acelera o emagrecimento.

? Essa interdisciplinaridade torna mais fácil atingir os resultados desejados. Temos alunas que perderam 4% de percentual de gordura em um mês ? esclarece.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna