África e anos 80 compõem nova coleção da grife Santa Ephigênia

Marca foi a segunda a desfilar no primeiro dia do Fashion Rio

A grife Santa Ephigênia, a segunda a desfilar no primeiro dia do Fashion Rio neste domingo, foi buscar inspiração na África e nos anos 80 para compor a sua coleção de inverno ? vom vestidos em Y (ombros amplos e o corpo ajustado) e calças clochard (frouxas e largas na cintura, ajustadas por cinto). As estampas imitam pele de animais, como o antílope, em vestidos em voile e seda. O estilista Luciano Canale também apostou em lã fria, feltro, couro e tricô em seda rústica. Nas cores, preto, cinza, nude e off-white.

Canale leu África Fantasma, do escritor e poeta Michel Leiris, que participou de missáo etnográfica francesa no continente africano, em 1931. Influenciado pelo arrebatamento que acometeu o escritor, quis mostrar a riqueza e as belezas da cultura africana ? mas com olhar “menos óbvio”, para apresentar uma nova roupa para a noite. Para os acessórios, escolheu cordões gigantes, em acrílico, arrematados por um laço, numa releitura dos colares usados pelo povo Masai.

Assista a trechos dos desfiles do primeiro dia da semana de moda carioca:

Leia mais
Comente

Hot no Donna