Agilidade e praticidade são prioridades na busca das mulheres por cuidados de beleza

Especialista aponta serviços integrados e dinâmicos como diferencial

Christian Munchenbach e Reginara Souza
Christian Munchenbach e Reginara Souza Foto: Marcelo Matusiak, Divulgação

Cada vez mais os centros de beleza serão locais onde diversos serviços são oferecidos – e não somente o corte de cabelo dos tradicionais salões. A avaliação é do Superintendente da Divisão de Produtos Profissionais (DPP) da L’Oreal Brasil, Christian Munchenbach, que fez recentemente visita a um grupo seleto de estabelecimentos de Porto Alegre.

A ideia de fazer tudo “de uma vez” só seduz mulheres com pouco tempo livre para esse cuidado pessoal. Entre eles estão maquiagem, pedicure, manicure, penteados, massagens, além do tratamento pessoal diferenciado.

– Trabalhei na Argentina por 4 anos. O mercado de lá tem semelhança com o gaúcho, interessante, ágil, onde os clientes visitam até mais de uma vez por semana os centros de beleza. As mulheres, por exemplo, realizam pequenos rituais e serviços cotidianos, como escovas, nos centros e não em casa, devido à praticidade – afirmou o francês Christian Munchenbach,

Durante a visita ao Centro de Beleza Fashion House, na Zona Sul de Porto Alegre, o especialista também comentou que essa demanda maior faz com que os preços dos centros de beleza da Capital e também da região sejam mais baixos do que em regiões onde as visitas aos centros são mais esporádicas. Para ele, o conceito de um local onde o cliente possa entrar e resolver todas as suas necessidades é excelente e quem aposta nesse ramo, acerta.

– É uma série de hábitos do dia-a-dia que os centros de beleza estão prontos para suprir, pois se especializam em segmentos, mas oferecem os serviços de forma integrada. Isso acontece também porque um negócio que tem na sua matéria prima o atendimento ao público deve primar pelo tratamento pessoal diferenciado. Nesse ramo, trabalha-se com satisfação e quem procura beleza, busca sentir-se bem – acrescenta Christian Munchenbach.

Agilidade e praticidade são características do atendimento que o homem também procura. Hoje, existem clubes sociais que funcionam exclusivamente para homens e que oferecem serviços de beleza integrados. Sim, os homens também estão se inserindo no mercado da beleza. O homem faz unhas, cabelo e massagem ou apenas procura esconder os cabelos brancos que insistem em aparecer.

– Aproximadamente 50% da nossa clientela é masculina. Os homens estão cada vez mais vaidosos – afirma a proprietária da Fashion House, Reginara Souza.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna