Aids: campanha Born HIV Free alcança 700.000 assinaturas

Projeto é apoiado pela primeira-dama francesa, Carla Bruni

Além de Carla Bruni, outras celebridades dedicam-se à causa
Além de Carla Bruni, outras celebridades dedicam-se à causa Foto: Divulgação, The Global Fund

Uma petição com 700.000 assinaturas promovida pela campanha “Born HIV Free” (Nascer sem HIV) será entregue nesta segunda-feira ao secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, na véspera de uma reunião decisiva sobre o financiamento do Fundo Mundial contra a Aids.

O abaixo-assinado, apoiado pela primeira-dama francesa Carla Bruni-Sarkozy, tem como objetivo estimular a comunidade internacional a doar os recursos necessários para garantir o fim da transmissão do vírus VIH de mãe para filho até 2015, de acordo com os Objetivos do Milênio para o Desenvolvimento.

Em 2009, 53% das mulheres grávidas portadoras do HIV foram tratadas com antirretrovirais para reduzir o risco de transmissão para o bebê, seja durante a gestação, no momento do parto ou durante a amamentação. No entanto, “temos que fazer isso melhor”, destacou o diretor do Fundo Mundial Contra a Aids, durante o lançamento da campanha, no dia 19 de maio.

O Fundo Mundial Contra a Aids, a Tuberculose e a Malária é a principal fonte de financiamento da luta contra estas três doenças, e seu maior doador são os Estados Unidos.

Uma reunião de países doadores começa na próxima terça-feira em Nova York, presidida por Ban Ki-moon. O fundo diz precisar de 20 bilhões de dólares para concretizar a aceleração de seus programas.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna