Alexandre Herchcovitch se aventura na gastronomia francesa

Estilista brasileiro cria sobremesa a partir de receita de brigadeiro

Um dos mais famosos estilistas brasileiros, Alexandre Herchcovitch aventurou-se na gastronomia francesa, em uma iniciativa que reunirá designers dos quatro países emergentes conhecidos como BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China).

Herchcovitch, que já apresentou suas coleções em Paris e agora desfila em São Paulo e em Nova York, criou para o histórico Café de la Paix, em frente à Opera de Paris, uma sobremesa que reúne a cozinha brasileira e a francesa. Os desenhos do estilista são de vanguarda atraem uma clientela internacional.

Batizado de “French Brigadeiro”, a sobremesa, que será servida entre janeiro e maio do ano que vem por 14 euros, recria um dos doces mais típicos do Brasil, eterno favorito das festas de aniversário, destacou Herchcovitch durante a apresentação de sua criação gastronômica.

? É uma sobremesa brasileira mesclada com mousse francesa ? informou, recordando que o brigadeiro veio de Portugual. ? É um doce muito antigo ? destacou o estilista, nascido em 1971 em São Paulo.

A iguaria de chocolate leva leite condensado e manteiga, e o estilista misturou ainda claras de ovo batidas para dar mais leveza.

Herchcovitch, cujas criações ecléticas se destacam por suas cores vibrantes, escolheu para o prato apenas uma cor, a do chocolate, usando suas diferentes nuances. Para incrementar, um sorvete com flocos de guaraná, fruta nativa do norte do Brasil.

Herchcovitch disse à AFP que esta experiência gastronômica foi “interessante”, mas que suas intenções são de seguir a moda.

? Gosto de comer bem, mas não tenho interesse comercial na gastronomia ? contou.

O brasileiro disse ainda ter gostado mais da experiência pela “ideia de misturar duas receitas de dois países, muito interessante”.

Enfatizou, no entanto, que não tinha o intuito de fazer referência ao Brasil em seus desenhos de roupa.

? Minhas criações são brasileiras só porque nasci no Brasil ? afirmou Herchcovitch, cujos avôs vieram da Polônia para o país sul-americano.

“A fusão de culturas é muito comum” no universo da moda, disse o chamado “enfant terrible” da moda brasileira, que deu seus primeiros passos neste mundo fechado, aos dez anos.

O brasileiro, que abriu recentemente uma loja no Japão e onde é muito conhecido, apresentou suas coleções em Paris entre 2001 e 2004. Agora, desfila na semana de Moda de Nova York e na de São Paulo.

? A moda para mim é a maneira como a gente se expressa através da roupa. O vestuário diz muito sobre quem somos ? disse à AFP Herchcovitch, que reflete em seu estilo as influências de sua educação judaica ortodoxa, assim como a vontade de abalar o status quo.

Depois do brasileiro, será a vez do russo Valentin Yadashkin criar uma sobremesa. Depois, o indiano Manish Arora e o chinês Franloe Xie inventarão seus pratos.

Leia mais
Comente

Hot no Donna