Alta gastronomia para o supermercado

Lançamentos focam na qualidade e no interesse dos fabricantes de atender as classes mais altas

Para mostrar os produtos nobres, indústrias contrataram chefs para preparar pratos ao público
Para mostrar os produtos nobres, indústrias contrataram chefs para preparar pratos ao público Foto: Adriana Franciosi

Agradar às classes A e B foi o foco de lançamentos para produtos voltados à alta gastronomia durante a 28ª Convenção Gaúcha de Supermercados – a Expoagas, encerrada ontem na Capital. Em época de retomada pós-crise, as empresas apostam no filão de alto nível para agregar valor a produtos simples e conquistar melhores margens com os paladares aguçados.

O mercado em expansão leva empreendedores a ampliar o leque no segmento. Atenta a esse movimento, a SLC Alimentos, de Porto Alegre, apresentou a linha de arroz Atelier Namorado, assinada pelo chef Olivier Anquier, com 16 variedades voltados a quem aprecia a boa culinária.

– Resolvemos agregar mais valor à commodity. Foram dois anos de estudos para a linha diferenciada, que deve ajudar a empresa a aumentar de 10% a 15% o faturamento em um ano – conta o analista de Marketing da SLC Alimentos, Alessander Bellaver.

Na mesma direção, a Yara Alimentos, do Espírito Santo, reforça a presença no mercado do Red King Crab, caranguejo exótico pescado na Noruega. A ideia é colocar o produto nas principais redes do Estado.

– O mercado para a classe A está em crescimento constante e queremos acompanhar essa tendência – explica o gerente de Marketing da Yara Alimentos, Luciano Renzo.

Queijos diferenciados são o foco da Cooperativa Santa Clara, de Carlos Barbosa, que lançou produtos nobres no ano passado e espera que alavanquem em 25% a 30% o faturamento da linha em, no máximo, dois anos.

Ontem, a Associação Brasileira de Supermercados (Abras) divulgou os números de julho, quando foi registrado aumento de 6,66% nas vendas, em relação ao mesmo mês de 2008.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna