Animais de estimação: dono deve se comportar como líder da matilha, diz especialista

Pet deve ser repreendido na hora do erro para que ele associe a bronca ao ato falho

Pets devem ser treinados desde cedo para obedecerem aos donos
Pets devem ser treinados desde cedo para obedecerem aos donos Foto: Stock Photos

Se você tem um pet em casa, certamente passou por momentos marcantes nos primeiros dias do bichinho em casa. Xixi no lugar errado, desobediência e indisciplina podem surgir lado a lado com o carinho e as brincadeiras. Tudo é evitável, claro, se o dono estiver preparado para se apresentar como líder.

Segundo especialista, seja em casos de adoção de bichinhos já adultos, de compra de filhotes ou de mudança de casa para apartamento, é essencial que o proprietário mantenha a superioridade e a voz firme para que o animal respeite as novas regras.

A estratégia para que o animal se adapte ao novo lar é a mesma para qualquer caso. Segundo a veterinária Isabella Vincoletto, a única diferença é o temperamento do bichinho.

? No entanto, no caso do adulto, que já tem vícios, o procedimento é um pouco mais demorado e exige mais paciência. Ele vai passar por uma reabilitação, por isso o dono deve demonstrar confiança ao animal ? explica.

Liderança

Para ela, se o dono mostra quem manda, é menos provável que o pet se rebele e roa os móveis, arranhe as portas ou faça bagunça no quintal. Com os filhotes, o procedimento é mais fácil. Considerando que ele não tem manias, tudo o que lhe for ensinado corretamente é válido e será logo aprendido.

A veterinária alerta, porém, que é importante discernir firmeza de agressividade. Para ensinar o animal o que ele pode ou não fazer, não é preciso usar a força.

? Bater não ajuda em nada. Pelo contrário, pode causar trauma e piorar a situação.

Isabella ressalta ainda que o dono deve repreender o pet na hora do erro para que o bichinho associe a bronca ao ato falho.

? Se o proprietário chega à noite, vê que mais cedo o cachorro fez algo de errado e briga com ele, não adianta.

E no caso de quem já tem pets em casa? De acordo com a veterinária, é necessário isolar o novo bichinho, pelo menos até que os demais animais se adaptem à presença dele e vice-versa.

? De cara, é difícil se darem bem. Mas, com calma, dá para aproximá-los aos poucos. É preciso muito mais paciência quando se trata de gato com cachorro, por exemplo, porque são muito diferentes ? diz.

Segundo Isabella, o proprietário deve se preocupar em dar atenção igual aos animais da casa, jamais preferir o novato. Além disso, é importante manter a hierarquia: dar tudo para o mais velho primeiro.

Na hora do sono

Entre as dificuldades de adaptação de um filhote ao novo lar, dormir sozinho é a que mais incomoda o dono.

Saiba como evitar o chororô:

:: Ele é como um bebê e quer brincar ? e você provavelmente não acordará para isso. Portanto, tente deixá-lo em seu canto até que ele entenda que você não vai.

:: Melhor que ter de ouvi-lo chorar, o que lhe fará sentir culpado, deixe-o cansado durante o dia para que a noite sinta sono e durma bem. O filhote geralmente dorme o dia inteiro, por isso tem energia mais tarde.

:: Para estimulá-lo a fazer exercícios durante o dia, dê a ele um brinquedinho. Compre aquelas bolinhas furadas e coloque petiscos lá dentro para que ele se esforce para pegar.

:: Se trabalhar o dia inteiro, lembre de não deixar toda a casa aberta. Os filhotes são pequenos, mas podem fazer um grande estrago ao longo do dia.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna