Anvisa trará especialistas estrangeiros para discutir proibição de emagrecedores

Médicos acreditam ser a "última chance" de demonstrar os benefícios dos medicamentos

A alimentação deve ser saudável e equilibrada na hora de buscar o peso ideal
A alimentação deve ser saudável e equilibrada na hora de buscar o peso ideal Foto: Stock Photos, Divulgação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) vai realizar um painel científico com especialistas de fora do Brasil para discutir de maneira definitiva a proposta de retirar do mercado brasileiro os quatro medicamentos usados no tratamento da obesidade. Os compostos que estão na berlinda são aqueles que atuam apenas no sistema nervoso central: a sibutramina e os derivados anfetamínicos femproporex, dietilpropiona e mazindol. O orlistate, que atua no intestino, permanece no mercado.

A Agência vai financiar a vinda de especialistas de fora do País para debater o assunto. A ideia é trazer representantes da FDA (agência americana que regulamenta fármacos), da Emea (agência europeia), além do autor principal do estudo Scout – que foi o gatilho para a proibição da sibutramina na Europa.

Não é a primeira vez que a Anvisa financia a vinda de especialistas para discutir alguma proibição ? a mesma medida foi tomada em 2009, quando representantes da Organização Mundial da Saúde (OMS) vieram falar sobre a proibição do uso de câmaras de bronzeamento.

? Vamos convidar as entidades médicas envolvidas, representantes da nossa Câmara Técnica de Medicamentos (Cateme) e o Ministério da Saúde, além de representantes de outros países. A Anvisa tem de assegurar que essas medicações são realmente eficazes e seguras. Não podem ficar dúvidas ? disse Dirceu Barbano, diretor da Agência.

Rosana Radominski, presidente da Associação Brasileira para Estudo da Obesidade (Abeso), diz que realização do painel pode ser benéfica, mesmo acreditando que a Anvisa já tem opinião formada sobre o tema.

? O painel será a nossa última alternativa para tentar demonstrar os benefícios dos medicamentos. E é uma forma de a agência esgotar as possibilidades de debate ? diz.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna