As festas de fim de ano exigem cuidados especiais para as gestantes

Excessos gastronômicos e viagens devem ser evitados para preservar a saúde

A falta de orientação sexual e de diálogo com os pais são as principais causas da vulnerabilidade dos adolescentes à gravidez
A falta de orientação sexual e de diálogo com os pais são as principais causas da vulnerabilidade dos adolescentes à gravidez Foto: Divulgação

Compartilhar

Enquanto as crianças esperam a vinda do Papai Noel e os adultos aguardam a virada do ano, um grupo de mulheres conta os dias para a chegada da cegonha. Para as futuras mamães, as festas de fim de ano, geralmente acompanhadas de exageros gastronômicos e consumistas, devem ser vividas com moderação.

Controlar a alimentação e manter uma rotina mais tranquila ? o que em alguns casos pode significar adiar a viagem de férias ? são as dicas que os especialistas dão a esse grupo especial de mulheres para que sua saúde e a de seus filhos não corram risco. O cuidado vale a pena. Afinal, um Natal mais tranquilo em 2010 pode garantir uma festa de arromba no ano que vem, com a companhia saudável dos pequenos.

A nutricionista Joana Lucik explica que as gestantes devem resistir à tentação de sair da dieta neste período de festas.

? Esta é uma época em que se tende a comer muito e, às vezes, muito tarde da noite. Mas as grávidas devem manter sua rotina de comer a cada três horas, intercalando refeições com pequenos lanches ? explica.

Ela afirma, no entanto, que isso não quer dizer que as comidas de Natal estão proibidas.

? Uma saída é aproveitar, nesses lanchinhos, os alimentos típicos da época, como castanhas e frutas secas ? ensina.

A especialista faz ressalvas apenas para as frutas cristalizadas, que devem ser evitadas por conterem altíssimas doses de açúcar.

De acordo com ela, no período da gestação a má alimentação causa danos mais graves do que o normal.

? Em geral, a gestante já tem problemas como azia e má digestão naturalmente. Quando isso é somado a uma alimentação ruim, o risco de uma intoxicação alimentar é maior ? conta a nutricionista.

Para Joana, a receita para uma ceia sem imprevistos é comer de quase tudo, sempre em pequenas porções, é claro.

? Assim, a gestante pode experimentar tudo que tiver vontade sem prejudicar a saúde do bebê ? completa.

Os cuidados neste período de festas não devem ficar restritos apenas à alimentação. A busca por presentes e a preparação para as festas também merecem atenção especial das grávidas.

? A circulação sanguínea fica dificultada e a pressão tende a ser mais baixa, por isso as gestantes devem evitar um esforço físico muito grande, como longas caminhadas carregando sacolas pesadas ? conta a ginecologista e obstetra Bárbara Murayama.

Por isso, sempre que a futura mãe precisar sair para longos períodos de atividade, o ideal é estar acompanhada de alguém que possa ajudar a carregar os presentes. E quando ficar cansada, a gestante deve se sentar um pouco para descansar.

Com o período de calor, que deve se estender até março, o sol deve ser evitado, já que durante a gestação o risco de surgirem manchas na pele é maior. As temperaturas mais quentes também facilitam as desidratações e as infecções intestinais. “

Preparativos

:: Nas caminhadas por shoppings e lojas de rua é importante manter-se bem hidratada (tenha sempre uma garrafinha de água à mão) e alimentada. Não descuide dos lanchinhos a cada três horas, sempre com alimentos leves e saudáveis

:: Com o calor, que afeta com mais intensidade as gestantes, a pressão arterial pode ficar ainda mais baixa e provocar mal-estar e até desmaio. Vá às compras com roupas leves e sapatos baixos e confortáveis. E não se esqueça de passar muito protetor solar

:: O ideal é não sair sozinha, pois, se algum imprevisto acontecer, você terá a quem recorrer. E, quando chegar em casa, repouse um pouco ? colocar as pernas para cima evita que elas inchem. Se possível, aproveite e tire um bom cochilo

Nas ceias

:: Mesmo que sua gestação esteja transcorrendo sem problemas, não abuse nem coma por dois. Por outro lado, não passe vontade. O ideal é comer pequenas porções, inclusive usando alimentos da época, como castanhas e peru

:: Bebidas alcoólicas devem ficar fora de cogitação. Não há dose segura para o bebê. Por isso, este ano, na hora dos brindes, prefira água e suco

:: O horário das refeições costuma ser bem mais tarde, no entanto, não deixe que isso atrase sua alimentação. Mesmo que vá esperar até a meia-noite para comer, não interrompa os lanchinhos de três em três horas

Na praia e na piscina

:: Atenção especial com a higiene íntima. Na depilação, evite tirar os pelos pubianos completamente. Lembre-se de que eles fazem parte da proteção aos órgãos genitais

:: Biquíni molhado por muito tempo depois de aproveitar o mar ou a piscina é perigoso, podendo causar infecção por fungos, que provoca irritação, coceira e incômodos na região genital. Troque a parte de baixo sempre que possível

:: Uma boa alimentação é fundamental também no clube ou na praia. Tome bastante água e procure se hidratar regularmente. Porém, preste sempre atenção à origem da água e dos alimentos. Evite frituras e dê preferência às comidas leves

:: Documentos imprescindíveis nas viagens são sua carteiras de grávida e os últimos exames que fez. No caso de algum imprevisto, eles facilitarão seu atendimento médico

Fonte: Barbara Murayama

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna