Atrizes que ganham o Oscar estão mais sujeitas ao divórcio

Mulheres premiadas têm chance 63% maior de se separar, diz estatística

Sandra Bullock sofreu na pele a "maldição"
Sandra Bullock sofreu na pele a "maldição" Foto: AFP

O boato começou no ano passado, quando a atriz Sandra Bullock, vencedora do Oscar por sua atuação no filme Um Sonho Possível, viu o marido se envolver em uma traição escandalosa semanas após a premiação. Seria o Oscar um prêmio amaldiçoado? Pensando nisso, pesquisadores das universidades de Toronto e Carnegie Mellon foram atrás dos fatos para comprovar a maldição do prêmio. E, para eles, ela sem dúvida é real.

Segundo os pesquisadores, as atrizes que ganham o Oscar têm uma chance 63% maior de se separar nos primeiros anos após a premiação do que aquelas que não ganham a estatueta. Atrizes que ganham o prêmio costumam permanecer, em média, 4,3 anos casadas, enquanto as que não recebem o Oscar ficam casadas por cerca de 9,5 anos. Além de Sandra, outras que se separaram após ganhar o prêmio estão Kate Winslet, Joan Crawford, Bette Davis e Halle Berry.

A maldição parece não atingir os homens, explica Tiziana Casciaro, uma das coordenadoras do estudo. Segundo ela, a explicação seria o machismo.

? As diferenças entre os sexos ainda pesam muito em um relacionamento. Quando a mulher passa a fazer mais sucesso ou ganha mais que o marido, desestabiliza a relação. É como se houvesse uma ruptura do equilíbrio. Mesmo em Hollywood, onde os casamentos parecem ser mais liberais, isso acontece.

Coincidência ou não, é melhor Anette Bening, Nicole Kidman e Natalie Portman abrirem o olho.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna