Aumenta a procura pelo lifting facil no período do inverno

Para o resultado ser satisfatório, vale seguir algumas recomendações

Produtos apostam na praticidade, já que basta usá-los antes de se deitar
Produtos apostam na praticidade, já que basta usá-los antes de se deitar Foto: Anna Pegova, Divulgação

Muitas vezes, a flacidez da pele e dos músculos faciais não é satisfatoriamente resolvida apenas com procedimentos como peelings ou aplicação de toxina botulínica. Nestes casos, o lifting é a técnica mais utilizada para o rejuvenescimento facial e consiste no levantamento cirúrgico da face.

Como em todas as operações, os cuidados no pré e no pós-operatório são essenciais para otimizar os resultados. O esteticista e cosmetólogo Orlando Sanches indica quais são as ações necessárias durante o pré e o pós do lifting.

Antes

Preparar a pele, tornando-a mais elástica e hidratada, certamente ajuda na recuperação da região operada. Portanto, indica-se fazer hidratação facial, em clínicas estéticas, no mínimo 15 dias antes da cirurgia.

O dermatologista, em acordo com o cirurgião, pode também indicar o uso de produtos manipulados, com fator de proteção solar, hidratantes e despigmentantes, que auxiliam na diminuição de manchas no pós-operatório, além de contribuir para uma melhor elasticidade e cicatrização do tecido.

? Uma semana antes, o ideal é que a drenagem linfática entre em cena, dia sim, dia não, para ativar o sistema linfático, melhorando a resposta no pós-cirúrgico, e oxigenar e nutrir a pele, contribuindo com sua recuperação ? orienta Orlando Sanches.

Caso a paciente faça depilação facial, esta deve ser feita uma semana antes da operação para não traumatizar a região. Tinturas também devem ser realizadas uma semana antes da cirurgia.

Depois 

No pós-operatório, a drenagem linfática torna-se a medida mais importante para diminuir o inchaço, a sensação de desconforto e melhorar a cicatrização. Ela pode ser feita logo após a cirurgia, até vinte dias após a operação, três vezes por semana.

O esteticista acrescenta que caso a paciente tenha fibroses (locais mais endurecidos na face), a drenagem pode ser associada ao ultra-som ou a massagem a vácuo que agilizam o desaparecimento dessas áreas mais rígidas e melhoram a cicatrização interna da face.

Cremes e cosméticos só são liberados depois do sétimo dia, com autorização do cirurgião. Porém, só após 2 meses a paciente poderá iniciar um tratamento dermatológico, com esfoliação e utilização de ácidos, para amenizar manchas e melhorar a textura da pele.

? Quanto aos procedimentos feitos em casa, nos três primeiros dias a paciente deve fazer compressas com soro fisiológico gelado na região dos olhos e também no restante da face, de hora em hora por 10 minutos. Para dormir é indicado permanecer com a cabeça elevada, em cerca de 30 graus, porém sem travesseiro nos primeiros 10 dias ? finaliza Sanches.

Leia mais
Comente

Hot no Donna