Autoconhecimento é segredo para alcançar objetivos, ressalta especialista

Ter consciência dos próprios limites auxilia a traçar metas realistas

Jasper Conran assinou o vestido elegante e sofisticado que a sobrinha da rainha, Lady Sarah Armstrong-Jones, usou em seu casamento
Jasper Conran assinou o vestido elegante e sofisticado que a sobrinha da rainha, Lady Sarah Armstrong-Jones, usou em seu casamento Foto: Divulgação

Trabalho, estudos, dietas, família e muitos outros. O começo do ano traz consigo uma enxurrada de promessas, planos e sonhos. É uma época em que as pessoas estão mais propensas a refletir sobre suas vidas, traçando metas e pensando em como alcançá-las. Segundo o autor norte-americano L. Ron Hubbard, fundador da Dianética, técnica que busca eliminar registros negativos do passado que influenciam diretamente o comportamento atual do ser humano, esse movimento é positivo.

Para o especialista, ter metas e objetivos é tão importante quanto respirar. O problema é que, após alguns contratempos, as pessoas abandonam suas metas e desistem de seus objetivos.

? Uma pessoa pode encontrar tantas barreiras e obstáculos no trajeto em direção às metas que acaba desistindo de seus objetivos. É aí que entram os exercícios de autoanálise ? afirma Lucia Winther, especialista na obra de Hubbard.

Segundo ela, todas as pessoas têm um nível emocional recorrente que varia de acordo com o acúmulo da dor e do sofrimento de cada um. E esse nível emocional pode ser trabalhado.

? O autoconhecimento verdadeiro traz mais confiança. A pessoa descobre que é capaz e sente que pode atingir suas metas ? explica.

Para a especialista, à medida que o nível emocional baixa, menos capacidade a pessoa terá de traçar e alcançar metas.

? É fácil observar que uma pessoa constantemente enfurecida, triste, temerosa ou apática não tem nem vitalidade para as atividades mais simples da vida ? constata Lucia.

Por outro lado, uma pessoa interessada, alegre ou entusiasmada, com nível emocional alto, consegue ultrapassar as barreiras e manter a perseverança.

? Ela é mais corajosa e responsável, não desiste facilmente. Busca novas formas de atuação para conseguir o que quer e por isso atinge mais objetivos ? diz Lucia.

Para aqueles que ficam culpando o mundo e as circunstâncias por não conseguirem aquilo que buscam, Lucia deixa seu recado.

? Essas pessoas sofreram muitas perdas, acumularam muitos fracassos. A autoanálise entra exatamente neste ponto para ajudá-las a se recuperar dos tropeções da vida e voltar a sonhar com grandes metas futuras ? afirma.

A especialista enumera ainda algumas dicas para o cumprimento das metas:

:: tenha foco e estabeleça exatamente o que quer alcançar. É importante ter em mente seu objetivo final;

:: busque a autoconfiança e a motivação;

:: planeje como atingir a meta e trace o caminho que o levará ao seu objetivo;

:: torne o plano uma realidade através de ações diárias que o façam avançar.

Leia mais
Comente

Hot no Donna