Autores falam sobre a adaptação de “Divã” para a TV como seriado

Marcelo Saback e Jayme Monjardim falam sobre o processo de adaptação da obra de Martha Medeiros

O elenco da série, liderado por Lilia Cabral
O elenco da série, liderado por Lilia Cabral Foto: Agnews

O ator, diretor e autor Marcelo Saback tem diversificado seu trabalho em várias mídias. Ainda adolescente, em Brasília, apresentou-se com Oswaldo Montenegro e Zélia Duncan. Mais tarde, já formado em Artes Cênicas, trabalhou com Dulcina de Moraes. No Rio, dirigiu várias peças, de tema adulto e também infantil, e foi indicado aos prêmios Shell e Moliére.

Na tevê, fez participações em novelas e dirigiu o programa ‘Chico Total’ nos anos 90. Como roteirista, escreveu para os humorísticos ‘Sai de Baixo’, ‘Vida ao Vivo’ e ‘Sob Nova Direção’. Foi também colaborador na primeira temporada de ‘Tudo Junto e Misturado’.

Agora, assina a adaptação da série Divã.

Qual foi o maior desafio desta adaptação?
Marcelo Saback: O maior desafio é imaginar a mesma personagem proposta por Martha Medeiros vivendo outras situações, contando outras histórias e refletindo sobre outras questões, agora propostas por mim. O que teoricamente parece simples, na verdade tornou-se um instigante exercício.

O que o seriado terá de diferente do filme e da peça?
Marcelo Saback: O seriado tem a personagem central e seu núcleo de relações mantido. Inclusive, e como não poderia deixar de ser, sua visita semanal à terapia. A linguagem da narrativa é similar. Mas apenas isso. As histórias seguem do ponto onde parou no filme em diante.

O que veremos da transformação de Mercedes? Ela vai se permitir mais?
Marcelo Saback: Sim, claro! (risos) Mercedes sempre questiona, e quem questiona não pára! E quanto mais nos analisamos, mais nos permitimos a erros e acertos. Mercedes viverá novas situações, felizes, tristes, vai rir, vai chorar, vai ganhar e perder. Terá certezas e incertezas como todos nós.

Entrevista com o diretor de núcleo Jayme Monjardim

De onde surgiu a ideia de adaptar ‘Divã’ para a TV?
Jayme Monjardim: Ter um projeto com a Lilia Cabral já era um objetivo. Quando vi o filme, me apaixonei e achei que seria interessante fazermos um seriado. Ela é uma atriz incrível e, o Alvarenga, um diretor espetacular.

O que faz de Divã um ‘produto’ tão multimídia?
Jayme Monjardim: Divã é um projeto com um leque de opções muito grande, que discute mulher, relacionamento, angústia, tristezas e alegrias. Ele nos dá margem para abrir uma discussão de vários temas, e todos ligados ao mundo moderno.

A história da Mercedes acaba aqui?
Jayme Monjardim: Não podemos adiantar nada, mas ela, finalmente, conseguirá uma bolsa para estudar artes plásticas na França e, quem sabe, não voltará ainda mais transformada…

Perfil dos personagens

MERCEDES (Lilia Cabral) ? Uma mulher feliz, simples e consciente de suas conquistas. Após algum tempo afastada da terapia, decide voltar ao consultório. Sua vida continua, com acertos e erros. Na vida profissional, conseguiu por em prática sua maior paixão, as artes plásticas. Na vida pessoal, passou a se permitir mais e se julgar menos.
BRUNO (Duda Nagle) e THIAGO (Johnny Massaro) ? Filhos de Mercedes. Já estão crescidos, cheios de plano e metas.
TÂNIA (Totia Meireles) ? Melhor amiga de Mercedes, descolada e divertida. Foi casada várias vezes, é leitora voraz de livros de auto-ajuda e dona de uma galeria de artes.
RENÉE (Paulo Gustavo) ? Amigo cabeleireiro, extravagante e falante. Vive aconselhando Mercedes de forma hilariante e inusitada e, naturalmente, com incrível sabedoria popular.
MAGALI (Julia Almeida) ? Dona do salão de beleza onde trabalha Renée e equivocadamente interessada por ele.
JURANDIR (Marcello Airoldi) ? Vizinho e gerente do banco de Mercedes. Um cinquentão viúvo, apaixonado por Mercedes, apesar de estar longe de ser o tipo que a interesse.
NATALIA (Lidiane Ribeiro) ? Empregada de Mercedes.

Leia mais
Seriado “Divã” estreia em abril na TV Globo

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna