Azeite de oliva pode diminuir risco de câncer de mama

Polifenóis contidos no óleo ajudam a reduzir a formação de tumores

Extrato do azeite pode um dia virar um medicamento contra o câncer
Extrato do azeite pode um dia virar um medicamento contra o câncer Foto: Divulgação

Incluir o azeite de oliva extravirgem na dieta pode ajudar a proteger o corpo contra o câncer de mama, afirmam pesquisadores do Instituto de Oncologia da Espanha e da Universidade de Granada. Segundo eles, os polifenóis contidos no óleo ajudam a diminuir a incidência de formação de tumores.

O estudo espanhol mostrou que o azeite tem um efeito protetor contra o tipo HER2 da doença, uma das variações mais agressivas do câncer de mama.

Além da descoberta de que o azeite pode proteger a saúde, os pesquisadores também avaliaram a ação direta do azeite na proliferação de tumores, indicando que o extrato do azeite pode um dia virar um medicamento contra o câncer.

Os testes indicam que o grupo de antioxidantes contidos no azeite ajudam a evitar a degradação das células, e que uma dieta rica em fito-nutrientes pode ajudar a prevenir uma série de doenças.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna