Brazilian Brigadeiros: doces de Paula Barbosa são destaque nos Estados Unidos

Carioca conta a Donna como o doce entrou por acaso em sua vida e virou profissão

Paula Barbosa apareceu no New York Times com suas criações
Paula Barbosa apareceu no New York Times com suas criações Foto: nytimes.com

Deu no New York Times: “From a Fashionista, a Candy That’s Loved in Brazil” (“De uma fashionista, um doce que é amado no Brasil”).

A fashionista é a carioca Paula Barbosa; o doce, claro, é o brigadeiro – e surgiu por acaso na vida de Paula.

Ex-produtora de moda, ela pediu demissão da empresa onde trabalhava e foi esfriar a cabeça de férias em Nova York. Era agosto de 2010. Um belo dia, convidada para o aniversário de uma amiga, achou por bem presenteá-la com uma caixinha de brigadeiro feito em casa.

– Foi um sucesso, entre brasileiros e americanos. E lá mesmo, na festa, começaram a surgir os primeiros pedidos – lembra Paula.

As encomendas foram crescendo, Paula foi atendendo – e criou o site mysweet.com. Uniu-se a outra brasileira radicada na cidade, a especialista em marketing Christina Bahn, e juntas fundaram a empresa My Sweet Brigadeiro.

– Os americanos sempre se surpreendem com o brigadeiro – conta Paula. – Eles esperam algo como a trufa e se surpreendem quando descobrem que a consistência é única e muito especial. É incrível, a gente não cansa de ver essa cena.

Paula e Christina têm enfrentado uma jornada de 12 horas de trabalho. Diferentemente das brigaderias brasileiras, que se preocupam em oferecer um cardápio cada vez mais diversificado e composto de dezenas de sabores diferentes, a My Sweet Brigadeiro investe apenas nos tradicionais, com destaque para os de chocolate ao leite, chocolate branco e pistache e cobertura de coco ou granulados.

– Um dos sabores preferidos aqui é o de coco, nosso bom e velho beijinho – conta ela.

As caixinhas são personalizadas e vêm com uma explicação sobre os brigadeiros. A top model Gisele Bündchen, o ator Al Pacino e a estilista Diane Von Furstenberg estão entre os clientes fiéis.

Todos os ingredientes são orgânicos e de altíssima qualidade.

– Aqui existem algumas marcas de leite condensado, sim. E temos um distribuidor que nos fornece exatamente as marcas que queremos.

:: Brigadeiros por acaso

Donna – Quando você se mudou para NY e de onde veio essa ideia de começar a fazer brigadeiros?

Paula – Vim para NY em 2010 e fiz alguns cursos de moda e business. Em um deles apresentei um case de brigadeiro como projeto final. Ficou tudo tão redondinho que acabei presenteando uma amiga com uma caixinha de brigadeiro e lá mesmo surgiram os primeiros pedidos.

Donna – Você sempre teve uma sócia ou começou sozinha?

Paula – A Christina Bhan foi realmente quem desde o começo me fez acreditar que o brigadeiro poderia ser um business de verdade aqui em NY. Ela tem background em Marketing, mora em NY há mais de 20 anos e é chocólatra assumida. Juntas montamos a My Sweet Brigadeiro no comecinho de 2011. Está sendo um casamento perfeito!
 
Donna – Como os americanos veem o brigadeiro? Você concorda que é um patrimônio nacional, tipo a feijoada e a caipirinha?

Paula – Concordamos 100%! O brigadeiro é um doce nosso! Os americanos em geral são curiosos e sempre se surpreendem ao provarem nosso brigadeiro pela primeira vez. Eles esperam algo como a trufa e quando descobrem que a consistência é única e muito especial, é incrível. A gente não cansa de ver essa cena.

Donna – O que você acha que essa febre das brigaderias gourmet? Esse movimento já começa a chegar a NY?

Paula – É incrível o fato do nosso principal doce ter se tornado esse sucesso no Brasil. Há algum tempo atrás, e não muito, ele ficava restrito a festas infantis. E pelo que acompanhamos de fora tem espaço para todas as empresas, isso é muito legal. Por aqui acreditamos que a My Sweet Brigadeiro seja a primeira a lançar o brigadeiro como um presente elegante, competindo com empresas de doces “high-end” estrangeiras. 
 
Donna – Quantos brigadeiros você costuma fazer por dia ou por semana?

Paula – O número varia bastante. A My Sweet Brigadeiro atende a clientes particulares, corporativos e a mercados gourmet. Essa semana trabalhamos com a Saks Fifth Avenue pela primeira vez e a receptividade foi incrível. Outros clientes são H Stern, Macy’s, Al Pacino, Gisele Bundchen, Jesse Eisenberg, Diane Von Furstenberg, entre outros.
 
Donna – Qual é a receita do seu brigadeiro tradicional?

Paula – É a tradicional! Não tivemos que fazer muitas adaptações, mas decidimos usar ingredientes de altíssima qualidade e orgânicos.

Donna – E onde encontra leite condensado? Não foi um empecilho pra começar este trabalho, já que leite condensado só existe no Brasil?

Paula – Aqui existem algumas marcas de leite condensado sim, mas temos um distribuidor que nos atende exatamente com a marca que queríamos e que consideramos ser a melhor.

:: Faça um passeio por uma brigaderia

A revista Donna também fez um passeio por uma brigaderia de Porto Alegre. Assista no vídeo abaixo as delícias criadas pela Brig’s Atelier de Brigadeiro.

Leia mais
Comente

Hot no Donna