Cabelo também sofre no verão: saiba como cuidar

Exposição ao sol requer mudanças de hábito para garantir a saúde dos fios

O fortalecimento dos fios é o principal aliado contra os danos provocados pelo sol, vento, cloro e a água do mar
O fortalecimento dos fios é o principal aliado contra os danos provocados pelo sol, vento, cloro e a água do mar Foto: Natura, Divulgação

Compartilhar

Não é só a pele que necessita de cuidados especiais no verão. Você já parou para pensar de que forma cuida do seu cabelo? A exposição ao sol no período mais quente do ano requer algumas mudanças de hábitos para garantir a saúde e beleza dos fios.

– Os raios UV vaporizam as proteínas e lipídios dos fios. Com isso, o cabelo fica mais poroso, áspero e sem brilho. O atrito da areia e do vento no cabelo também é prejudicial, pois acaba descamando as cutículas, deixando com aspecto ressecado – esclarece Federico Kladt, gerente de sustentabilidade e inovação da Natura.

De maneira indireta, a água salgada do mar também interfere na saúde dos fios. Ao secar, o sal acumulado nos cabelos acaba se cristalizando e causando o mesmo tipo de dano provocado pela areia.

– O ideal é sempre tomar um banho de água doce após entrar na piscina ou no mar – recomenda Federico.

O fortalecimento dos fios é o principal aliado das mulheres contra os danos provocados pelo sol, vento, cloro e a água do mar. Outro cuidado que faz diferença é proteger os cabelos antes da exposição direta ao sol com produtos específicos, como um creme que contenha proteção aos raios solares.

Outros procedimentos simples como evitar o secador, não prender os cabelos ainda molhados e usar chapéus ou bonés também vão ajudar você a aproveitar o verão sem pensar na palavra ressecamento.

::: Reflexos
No verão, deve-se levar em consideração que o cabelo clareia quando exposto ao sol. Aquelas pessoas que fazem reflexo para clarear devem saber que seus cabelos ficarão ainda mais claros.

::: Cabelos claros
Os cabelos que foram clareados ou descoloridos apresentam maior tendência de ressecamento, exigindo mais hidratação.

::: Fios tingidos
Um dos principais “inimigos” dos cabelos tingidos é o sol, que ajuda a desbotar a cor obtida. Nesse caso, a recomendação é aplicar diariamente um creme sem enxágue nos cabelos que contenha filtro solar, pois ajudará a reter a cor por mais tempo, além de dar mais brilho e luminosidade aos cabelos. Além disso, uma vez por semana ou quinzenalmente, é preciso fazer uma hidratação nos fios, em casa mesmo. Para cabelos extremamente danificados, procure técnicas de reestruturação em um bom salão, como a queratinização ou a cauterização dos fios. Mas não é necessário suspender a química.

::: Lisos x crespos
Normalmente os cabelos crespos sofrem mais danos que os lisos, pois são mais frágeis. Na ampliação de um fio de cabelo crespo no microscópio verificamos que sua espessura não é constante por todo o comprimento,  que as cutículas que o recobrem muitas vezes já estão quebradas. Por isso, merecem atenção dobrada.

::: Cor de cloro
Muitas pessoas relatam o esverdeamento dos cabelos após exposição prolongada ao cloro. Na verdade, o que acontece é que para a manutenção da qualidade da água, além do cloro (que elimina os microrganismos) também são adicionados agentes algicidas (eliminam as algas) que contêm cobre. Este metal se liga ao fio, sofre oxidação com o cloro, deixando a cor esverdeada. Para evitar, use uma linha de produtos com atividade anticloro.

Leia mais
Comente

Hot no Donna