Cai procura por Disque-Gestante no RS

O enfraquecimento da pandemia de gripe A no Rio Grande do Sul não se reflete apenas na queda de internações hospitalares, mas também no registro de atendimentos do Disque-Gestante.

O serviço começou no início de agosto para tirar dúvidas sobre mulheres grávidas, um dos principais grupos de risco da doença. No segundo dia do serviço, 7 de agosto, foram realizados 200 atendimentos no total, sendo que 169 eram de gestantes, ritmo que se manteve em alta até o final do mês. Até dia 27, a contagem já estava em 1.899 ligações de mulheres grávidas, em um total de 3.467 atendimentos.

Nos últimos dias, porém, a procura está bem menor, comprovando que a epidemia está recuando em solo gaúcho. Ontem, foram atendidas 79 pessoas (apenas quatro grávidas), até as 17h.

– As pessoas estão menos ansiosas em relação à doença e muito mais bem informadas. Hoje os pacientes sabem melhor o que devem fazer e quais são os sintomas da gripe – avalia Jane Leonardo, diretora adjunta do Centro Estadual de Vigilância em Saúde.

Mais informações
DISQUE GESTANTE 0800 642 0151

Leia mais
Comente

Hot no Donna