Campanha nacional alerta para cuidados com a voz

Dados mostram que 3.305 pessoas morreram de câncer de laringe no Brasil em 2006

O ideal é evitar gritar muito
O ideal é evitar gritar muito Foto: divulgação sxc.hu

A Academia Brasileira de Laringologia e Voz (ABLV) lançou em todo o país a Campanha Nacional da Voz, aproveitando o Dia Mundial da Voz. A iniciativa visa a esclarecer a população sobre os riscos e o significado de doenças sérias, como os cânceres de laringe (cordas vocais) e faringe (garganta), que podem estar relacionados à alteração da voz.

– E também doenças não tão sérias, mas que incomodam, como rouquidão – diz o médico Marcos Sarvatt.

Em 1999, quando foi criada a campanha no Brasil, eram registrados no país em torno de 8 mil mortes por ano causadas por câncer de laringe. Com a realização da campanha, esse número vêm caindo. Dados fornecidos pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca), do Ministério da Saúde, mostram que 3.305 pessoas morreram de câncer de laringe no Brasil em 2006.

Sarvatt explica que o câncer de laringe tem uma relação maior com o fumo e com o consumo excessivo de bebidas alcoólicas do que com questões ambientais ou climáticas.

– Em locais onde se fuma muito e se bebe muito, há maior incidência. Então, existe uma relação.

Além de cuidar da saúde, estar bem descansado e não se expor a ambientes poluídos, deve-se ter cuidado preventivo com a impostação da voz. O ideal é evitar gritar muito, falar com grande impacto ou tentando vencer o ruído ambiental e lugares barulhentos, o que desgasta as pregas vocais.

Leia mais
Comente

Hot no Donna