Cápsulas de colágeno ainda não têm eficiência comprovada contra o envelhecimento

Alimentação equilibrada ainda é a melhor forma de repor a proteína

O colágeno é um tipo de proteína bastante presente no organismo humano, tendo como principal função unir as nossas células, isto é, dar sustentação à pele, cartilagens e ossos. Segundo a dermatologista Caroline Paim Cunha, ele é naturalmente produzido pelo corpo, porém, à medida que se envelhece, essa produção cai gradativamente.

? Estudos mostram que a partir dos 30 anos o corpo sofre uma perda de cerca de 1% ao ano na produção de colágeno. Supõe-se que essa seja uma das principais causas do envelhecimento. Nas mulheres em  menopausa, essa diminuição ocorre concomitantemente com a queda do estrogênio e estima-se que neste período a perda aumente para 2% ao ano ? explica.

A deficiência desta proteína pode, conforme a dermatologista, agravar a flacidez muscular e cutânea, diminuir densidade óssea, afetar articulações, fragilizar cabelos e unhas. A reposição oral pode ser indicada para pessoas acima dos 30 anos e não tem contraindicação, contudo, Caroline destaca que ainda não há estudos que comprovem a eficiência da ingestão de cápsulas de gelatina ou de colágeno bovino hidrolisado.

? As cápsulas de gelatina são cólageno puro, mas não hidrolisado, o que prejudica seu aproveitamento pelo corpo. Já a reposição suplementar ideal, que seria feita com colágeno bovino hidrolisado, também pode não ser muito eficiente, já que não se sabe quanto é efetivamente absorvido porque, sendo ingerido via oral, parte dele é degradado pelas enzimas gástricas e outra é absorvida pelo organismo ? diz Caroline.

Em razão disso, a especialista afirma que  a melhor fonte de colágeno ainda seria uma dieta saudável e equilibrada. Confira as dicas da alimentação que podem combater rugas e flacidez, prevenir o surgimento de estrias e  celulite, e fortalecer ossos, unhas e cabelos:

:: As principais fontes de colágeno são as proteínas de origem animal presentes em peixes, carnes vermelhas e frango;

:: Para que ele seja sintetizado pelo organismo, é importante o consumo de alimentos ricos em vitamina C, como acerola, limão e laranja;

:: A ingestão de vitamina E, selênio e zinco também é fundamental. Para isso, pode-se apostar em alimentos como avelã, amêndoas e castanha;

:: A gelatina de sobremesas tem 10% de proteína e pode ser um bom suplemento na dieta.

Leia mais
Comente

Hot no Donna