Ceia de Natal menos salgada

Com queda nos preços de carnes, consumidor tende a reduzir gastos com as comemorações

Marília Gabriela, Maria Padilha, Susana Vieira e Betty Lago protagonizam a obra de Aguinaldo Silva
Marília Gabriela, Maria Padilha, Susana Vieira e Betty Lago protagonizam a obra de Aguinaldo Silva Foto: Isac Luz

As famílias brasileiras receberão de presente uma ceia de Natal mais barata, indica levantamento da Fundação Getulio Vargas (FGV). Realizada em sete capitais, a pesquisa aponta a queda dos preços de carnes e importados como a principal razão para o desembolso menor este ano em comparação com os gastos para a data em 2008.

Apesar de o acompanhamento dos preços de 14 itens apresentar uma variação positiva de 4,76% nos últimos 12 meses, o economista André Braz, coordenador do trabalho, sustenta que os gastos serão menores pelo fato de um produto ter distorcido o resultado. Sem a batata-inglesa, que teve um aumento de 85,6% no período, o preço da cesta seria 2,2% menor.

– As famílias vão gastar menos. A batata é um item que pode ser substituído. As carnes, que têm mais peso e são o prato principal, caíram – diz Braz.

Em Porto Alegre, o levantamento da FGV mostra uma alta de 9,87%. O percentual poderia ser menor caso a FGV não tivesse retirado o bacalhau do cálculo na capital gaúcha. Nas outras seis cidades, o produto teve uma retração de 17,09%, a maior entre todos os itens, devido à desvalorização do dólar.

Entre as carnes pesquisadas, apenas o chester ficou mais caro. Segundo o secretário executivo da Associação Gaúcha de Avicultura, Eduardo Santos, os resquícios da crise explicam a queda no preço do frango, pela freada das exportações e o consequente aumento da oferta no mercado interno. Além disso, avalia Santos, a gripe A (inicialmente chamada de gripe suína) afetou todo o comércio mundial de carnes. Para o diretor executivo do Sindicato das Indústrias de Produtos Suínos do Estado, Rogério Kerber, porém, os reflexos da pandemia foram momentâneos, e a queda deve ser atribuída ao mercado internacional.

PDF: Os complementos para as festas e a variação

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna