Celia Ribeiro conta como comer e onde encontrar escargô em Porto Alegre

Colunista de Donna dá dicas sobre o prato, uma das iguarias mais tradicionais da cozinha francesa

Foto: Julio Cordeiro

Neste final da novela Avenida Brasil, a cena do jantar de Verônica (Débora Bloch) e Monalisa (Heloísa Perissé) comendo escargô num grã-fino restaurante da zona sul do Rio, foi inesquecível. (Lembram Julia Roberts jantando com Richard Gere no filme Uma Linda Mulher?) Débora Bloch, que foi casada com o gastrônomo Olivier Anquier, desempenhou com savoir faire a cena em que ensina Monalisa a comer com boas maneiras o conteúdo dos caracóis. Pensar que escargô é mais um fruto do mar não é privilégio de suburbano do Divino. Há pessoas que frequentam bons restaurantes e não sabem que ele é um molusco, animalzinho dentro de um caracol encontrado na terra.

O espanto de Monalisa diante da pinça que o garçom ofereceu com um garfinho foi logo esclarecido por sua “personal friend” – título que Verônica se atribuiu como mestra de etiqueta. A pinça é para segurar o caracol com a mão esquerda, retirando o conteúdo pré-cozido recolocado dentro, com um garfinho na direita.

É na região da Borgonha que se encontram os mais saborosos escargôs. A maneira tradicional de preparar escargô é à la bourguignonne, pasta com mistura de manteiga, cebola e alho picadinhos, salsinha verde e sal, levado ao forno quente. Verônica pediu vinho tinto da Borgonha para se harmonizar com o prato, sugerindo como outra alternativa um chardonay brasileiro.

Talheres para escargô

Pesquisei restaurantes em Porto Alegre que oferecem escargô (caracol), iguaria que faz parte do cardápio de restaurantes franceses, e soube que está muito difícil de encontrar estes moluscos que se desenvolvem na terra. Na loja de especialidades La Gourmandise achei os animaizinhos importados da França em lata, estes mostrados na imagem acima.

Recomendo às pessoas que estão se preparando para viajar, saborear especialmente na França os caracóis recheados com pasta de escargô. Observe os utensílios especiais: a pinça para prender o caracol com a mão esquerda e o garfinho de dois dentes para retirar o recheio com a esquerda.  Um garfinho para coquetel como o que está apoiado na argola para guardanapo, pode substituí-lo quando se deseja servir escargô em casa. 

Celíacos podem comer bem

Alimentos que contém glúten – substância albuminosa e protéica contida no trigo, centeio, cevada, aveia e malte – são proibidos para os celíacos. No dia 23 de setembro deste ano publiquei uma nota na minha coluna da revista Donna sobre o Grupo dos Celíacos Gaúchos e indiquei uma receita de torta salgada sem glúten. Ela foi testada por leitores, que se manifestaram favoravelmente. Gilda Moreira, coordenadora do Grupo, conta tem recebido em seu blog muitas visitas e consultas sobre comidas especiais.

Gilda, que foi bancária e é formada em História, sempre gostou de culinária e após ter descoberto, faz onze anos, que é celíaca, passou a adaptar receitas, substituindo os ingredientes.  A administração do blog e de páginas do Facebook viabiliza a troca de receitas e novas amizades entre os celíacos.   

Purê para escondidinho

Alguns produtos são apreciados também na cozinha de gourmets não celíacos. Um desses ingredientes é o novo Mix Frenz, mix à base de farinha de batata, de origem holandesa, com a qual se prepara delicioso purê de batata. Olha só:

Ingredientes (faz 6 porções de 125g): 100g de Mix Frenz, 450ml de leite, 150ml de água, 2 colheres  das de sopa de manteiga,  ½ colherinha de sal, pimnenta-do-reino e noz moscada.

Preparo: derreta a manteiga numa panela. Em fogo médio, adicione o leite, a água, o sal e os temperos. Acrescente o Mix Frenz aos poucos, pulverizado em fio, mexendo vigorosamente em movimentos circulares com o batedor. Cozinhe em fogo brando, mexendo o purê de vez em quando, até adquirir a consistência desejada.  É delicioso no preparo de escondidinho, para o qual se recomenda a consistência mais firme: até aparecer o fundo da panela durante a cocção.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna