Celia Ribeiro dá dicas de como usar o guardanapo de tecido em jantares

Peça dá mais requinte à mesa e carrega algumas regrinhas básicas

Foto: Mauro Alves

Sempre que se desejar qualificar o serviço para convidados opta-se pelo guardanapo de tecido. Antes de colocar os lábios na borda do copo deve-se pressioná-los no guardanapo para não ficarem nódoas.  

O guardanapo de papel pode ser usado dentro do de tecido, poupando o primeiro das manchas de batom, de vinho tinto e de alimentos. Outra vantagem é de o papel emprestar maior volume ao tecido.

Guardanapos na mesa adquirem realce, apresentados em argolas de prata, flores de tecido, fitas, argolas de palha ou esmaltadas. Apresentar uma mesa de almoço ou de jantar com guardanapos que preencham sua função com charme é valorizar os convidados.   

Etapas do uso

– O guardanapo é colocado em cima do prato ou à esquerda. A primeira providência ao sentar à mesa é desdobrá-lo e colocá-lo no colo. Para não cair, especialmente se o tecido estiver engomado, deixa-se as duas dobras. Num restaurante, sempre que o guardanapo cair no chão pede-se ao garçom para substitui-lo.

– Ao levantar em meio à refeição não deixar o guardanapo na cadeira, mas sim na mesa, à esquerda do prato, e não dobrado. Ao retornar à mesa ele volta para o colo.  

– Concluída a refeição, deixe o guardanapo na mesa, também sem dobrá-lo. Tudo tem razão de ser: não se deixa o guardanapo na cadeira, onde a gente se sentou; nem ele fica dobrado no final da refeição, prevenindo que seja reaproveitado sem lavar.

– Quando se come um alimento com as mãos – ostras, por exemplo – se houver lavanda (tigela com água morna) lavam-se as pontas dos dedos nessa tigela na mesa e enxuga-se a mão com o guardanapo; sem lavanda, limpam-se as mãos no próprio. 

Leia mais
Comente

Hot no Donna