Celia Ribeiro ensina como se apresentar em várias situações

Colunista dá algumas dicas de comportamento

Foto: Reprodução

Reúno aqui uma série de apresentações, envolvendo comportamento e objetos, verdadeiros recadinhos para quem deseja desfrutar de uma boa imagem social e profissional, homens e mulheres.

Quem é quem
A maneira mais simples de aproximar duas pessoas é perguntar:
? Vocês já se conhecem? Não? Maria Ignez este é meu amigo Olavo Mendes, Olavo ela se chama Maria Ignez de Faria, é minha decoradora, no momento. 

Retratário saído do forno
Deve sempre ser apresentado dentro de uma cestinha em tamanho compatível, de uma armação de metal ou sobre uma bandeja de metal, redonda ou retangular, de acordo com o tamanho do refratário. Sempre com um guardanapo duplo entre o prato bem quente (suflê, por exemplo) e a proteção. 

Traje para uma festa
Se o convidado tiver dúvidas não resolvidas pelo convite, ele  indagará de quem o convidou se deverá apresentar-se, por exemplo, com ou sem gravata. No alto verão é mais provável que, mesmo vestindo blazer, seja sem gravata. 

Manifestações de pesar
Num velório em que só conhecia o falecido, além de assinar o livro de presença, procure alguém da família que esteja mais tranqüilo, e se apresente “Sou Fulano de Tal, fui colega do Beltrano (o falecido) e sinto muito o que aconteceu.”  Ou simplesmente se apresentar e dizer “Meus sentimentos”.   

Introduzir um palestrante
Mesmo que ele ou ela seja muito conhecido, é fundamental que um mestre de cerimônias dê ao público um breve currículo e não só dizer “Fulano é por demais conhecido não precisa de apresentação”. É necessário, sim,  apresentá-lo com nome e sobrenome.

Agradecimentos fora de época
Nem sempre você consegue apresentar agradecimentos por um presente. Dois meses depois, ocasionalmente, encontra quem o presenteou. Aproveite e diga o quanto gostou da lembrança, as tentativas que fez para agradecer, viagens etc. À uma grande gentileza concedida durante o ano, aproveite Dezembro para desejar Boas Festas e feliz 2013 a quem a fez. No cartão, não mencione Natal sem saber qual sua religião. Pode oferecer uma garrafa de espumante, cuja qualidade deve ser bem avaliada. Há espumantes bons de custo razoável.

Leia mais
Comente

Hot no Donna