Celso Kamura compartilha seus truques sobre cabelo e maquiagem

Cabeleireiro comenta os cortes de suas clientes mais famosas

Kamura fez luzes, sobrancelha e ensinou maquiagem para Dilma
Kamura fez luzes, sobrancelha e ensinou maquiagem para Dilma Foto: Marcos Alves, O Globo

Celso Kamura entra na casa da candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff. Espera uma mulher fria, brava e irredutível. Diante da nova cliente, a primeira reação do cabeleireiro de celebridades como Patrícia Poeta, Angélica e Grazi Massafera é bem sincera: A senhora não é fotogênica.

– Imaginei uma mulher baixa e gorda. Ela realmente não tem corpo de miss, mas é alta e não é tão gorda. Tem a silhueta condizente à de uma mulher de sua faixa etária. É muito melhor pessoalmente.

Com apenas uma tesoura na mão e uma maquiagem estratégica na cabeça, Kamura realizou uma revolução no visual da candidata, que surpreendeu os eleitores no novo programa político na TV. Segundo o cabeleireiro, o antigo visual, com lateral volumosa e a nuca cheia, achatava a expressão de Dilma.

– Projetei o volume no alto da cabeça e o rosto deu uma afinada. Pensei num corte prático, fácil de manejar, porque ela é fotografada todo dia – conta Kamura, que se surpreendeu com a candidata: – Fui à casa dela bem tenso, achava que não ia aceitar o corte. Tenho muitas clientes que têm dificuldade de lidar com isso por ter tido câncer e perdido o cabelo. A pessoa fica resistente a cortar, se apega aos fios. Mas com ela foi um trabalho tranquilo.

Para não contrariar totalmente a fama de durona, Dilma só não o deixou escurecer as madeixas. Fez apenas luzes para dar brilho nas fotos, mas manteve o tom alourado, que disfarça os fios brancos.

– Antes de conhecê-la, eu a considerava uma pessoa fria e brava. Foi uma surpresa. Ela é totalmente diferente – conta.

O outro passo foi ajustar a expressão através da maquiagem. Para o cabeleireiro, tudo muito simples. Kamura usa a expressão “você é mulher e sabe” a cada truque que ensina – como se todas as criaturas da Terra dominassem o poder de fogo de um batom ou tivessem mira perfeita com o lápis de olho. Dilma, pelo menos, aprendeu direitinho a lição do maquiador:

– Com delineador, ela fazia um traço na parte inferior e outro, na superior do olho. Ficava arregalado. Eu a ensinei a completar o contorno, fechando no canto dos olhos com o delineador, e passar o lápis na parte interna. Você é mulher e sabe. Ficou um olhar bonito e forte como ela.

Já o batom eleito foi um tom cor de boca “puxando para o coral”.

– É mais alegre e vivo do que o cor de boca natural. Mas sóbrio – explica.

A expressão ficou ainda mais suave com uma mudança na sobrancelha.

– Sobrancelha arqueada deixa a mulher sexy ou brava. Pela idade dela, não ficava nada sexy. Então, limpei na parte superior e tirei a arcada. O olhar baixou – conta Kamura, que adorou despertar o lado mulherzinha da dama de ferro: – Ela se encontrou. No final, disse que adorou. Graaaaaças a Deus!

Clientela estrelada

:: Patrícia Poeta
Kamura explica que a apresentadora do Fantástico faz a linha “muito chique”:
– O visual dela é clássico. Patrícia gosta dos cabelos longos e bem tratados, brilhantes, olho escuro e a boca cor de pele. Um visual eterno.

Angélica
O cabeleireiro quase perde o fôlego ao falar da amiga:
– Ela é a pessoa mais feliz que eu conheço. É uma camaleoa, fica bem com qualquer tipo de cabelo, com maquiagem pesada ou leve. Ano passado, ela cortou o cabelo na altura dos ombros, todo desfiado, porque os fios precisavam ganhar força. Agora, está deixando crescer. Ela e Luciano gostam do cabelão.

:: Ana Hickmann
“Blonde, blonde, blonde!” (loura, loura, loura), exclama Kamura ao falar da loura todo-poderosa.
– Há um tempo, escureci o cabelo dela. Ana ficou linda, mas o marido odiou. Ele gosta dela bem loura. Ana ama maquiagem e se maquia como ninguém.

:: Grazi Massafera
Para Kamura, Grazi é beleza acima de qualquer suspeita. Mesmo nos tempos de Big Brother, com cabelo tingido e maquiagem forte, era lindíssima, ele diz:
– Hoje, a cor do cabelo é natural. Grazi não gosta muito de maquiagem. Está mais chique. O cabelo é reto e levemente repicado.

Maduras
Para Kamura, não existem regras para um belo visual:
– Antes, achava que mulher mais velha não poderia ter cabelo longo. Agora, não. Tem tantas lindas de 50 anos, com corpão, que podem, sim, usar. É preciso encontrar o corte e a cor certos. Para cobrir os brancos, é melhor tintura do que tonalizante. Trata mais os fios.

Leia mais
Comente

Hot no Donna