Cerca de 40% dos novos investidores da bolsa de valores são mulheres

Paciência, visão de futuro e preocupação com finanças fazem delas investidoras em potencial

Número de mulheres que investe em ações cresceu dez vezes, nos últimos oito anos
Número de mulheres que investe em ações cresceu dez vezes, nos últimos oito anos Foto: Ver Descrição

Donas de mais da metade das contas correntes e dos cartões de crédito no país, as mulheres têm conquistado, aos poucos, um espaço no mercado financeiro.

Atualmente, o público feminino representam 23,7% do total de pessoas físicas que investem na bolsa de valores no país. Segundo estudos recentes, elas chegam a 40% do grupo de novatos nas movimentações em ações.

O número de mulheres que investe em ações cresceu dez vezes, nos últimos oito anos, conforme dados da BM&F/Bovespa. Em 2002, elas somavam um público de 15 mil investidoras. O índice saltou para a casa dos 152 mil no ano passado.

? Ações devem ser vistas como um veículo de poupança em longo prazo, rentável, simples e acessível a todos? resume o especialista em Finanças e gerente da TB Investimentos, Leandro Corrêa.

Apenas no ano passado, o o público feminino movimentou R$24,4 bilhões em ações. Os principais motivos que fazem delas investidoras em potencial são paciência, visão de futuro e preocupação com as finanças, principalmente dos filhos.

Apesar de crescer o número de investidoras, a Bolsa tem a pequena fatia de 3% nas preferências de investimentos. Já a poupança representa 74%, seguidos pelos imóveis, os fundos e a previdência com 10%, 9% e 7% , respectivamente.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna