Chiquinho Scarpa revela que “enterro do carro” era ação a favor de campanha

Minutos antes do enterro começar ele revelou que tudo não se passava de uma sacada de marketing do bem

Foto: Thiago Duran

Quando Chiquinho Scarpa anunciou, no início da semana, via redes sociais, que iria enterrar o seu carro Bentley, avaliado entre R$ 925 mil e R$ 1,075 milhão, no jardim de casa, foi um alvoroço na imprensa e na internet. A imagem do milionário em frente a uma cova seguida da legenda “Decidi fazer como os faraós: essa semana vou enterrar meu carro favorito, o Bentley, aqui no jardim de casa! Enterrar meu tesouro no meu palácio”  chamou a atenção das pessoas e gerou milhares de compartilhamentos com ideias controversas sobre a atitude.

 

No entanto, na manhã desta sexta-feira, quando estava tudo preparado para o tão falado enterro, Scarpa revelou que tudo não se passava de uma ação do bem. Minutos antes de o carro ir para a cova, o socialite parou a cerimônia e convocou todos para dentro da sua mansão para revelar o verdadeiro motivo do enterro: o lançamento de uma campanha de doação de órgãos.

? Bom dia a todos, obrigado pela presença. Gostaria de falar algumas coisas antes do enterro. Acharam um absurdo, disseram que estou louco, que eu deveria doar (o carro). Disseram que era um desperdício. Fui julgado por isso. Mas a verdade é que tem gente que enterra algo bem mais valioso, coração, rim, seus órgãos. Isso sim é um absurdo. O que poderia salvar a vida de várias pessoas. O meu Bentley não é mais valioso que isso. Não sou louco, não vou enterrar meu carro. Fiz isso para chamar atenção para essa causa.

Leia mais
Comente

Hot no Donna