Cicloturismo: aposte na superação em duas rodas

A experiência de viajar de bike é mais que uma simples viagem

Deixar a pressa em casa e curtir cada momento é essencial
Deixar a pressa em casa e curtir cada momento é essencial Foto: Stock Photos, Divulgação

Cansado da rotina? Quer encarar um desafio de verdade? Arrume a mochila, prepare a bike e caia na estrada! E se você é ciclista de primeira viagem, confira aqui como chegar são e salvo até o fim da sua jornada.

Encontrar pessoas hospitaleiras, outras nem tão amigáveis assim. Observar paisagens deslumbrantes, mas também ver muito lixo espalhado. Ser acolhido para dormir em um confortável quarto em uma noite e, na outra, ter apenas uma barraca para se proteger do frio e da chuva. E, acima de tudo, fazer amizades e conhecer histórias de vida. Estes são alguns dos momentos, desafios e recompensas que estão no caminho de um cicloturista, o ciclista que percorre longas distâncias, levando na bagagem apenas o essencial e uma determinação ferrenha. Vale desde fazer uma viagem curta, de apenas um dia, até passar vários meses fora de casa, na estrada, como o caso do aventureiro blumenauense Tarciso Tomaselli, que percorreu este ano mais de 7 mil quilômetros pela América do Sul, em três meses e 15 dias.

Para o psicólogo, psicoterapeuta e coordenador da Faculdade de Psicologia do Ibes/Sociesc, Antonio Gomes da Rosa, pessoas que se submetem à prática de esportes mais radicais ou alternativos, como o cicloturismo, normalmente são mais competitivas. Durante a viagem, em cada etapa vencida, o corpo e a mente produzem sensações que variam da liberdade extrema até a superação de si mesmos. Para o cicloturista, desbravar o novo e contar com o inusitado garantem momentos de prazer, satisfação e poder. E aí, vai encarar?

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna