Cientista comprova o que médicos propagavam: consumo de fibra ajuda a emagrecer

Presentes em diversos alimentos, as fibras eliminam gorduras e açúcares do organismo

Frutas também são fontes preciosas de fibras
Frutas também são fontes preciosas de fibras Foto: Stock Photos

Compartilhar

Quem deseja emagrecer sempre ouve o mesmo conselho de médicos e nutricionistas: tenha uma alimentação rica em fibras. E eles têm razão. Essas substâncias alimentares emagrecem, pois quando uma pessoa ingere cereais, leguminosas, arroz, batatas, raízes e frutas sente logo que está satisfeita e come menos carne e outros alimentos ricos em gordura e açúcar.

O nutrólogo Celso Cukier, do Hospital São Luiz, de São Paulo, explica que as fibras emagrecem porque dão a sensação de saciedade e a pessoa come menos. Mas elas também desempenham outro papel:

? As fibras regulam a assimilação de gorduras e de açúcares no organismo, pois aprisionam as moléculas de gordura e colesterol presentes em nosso sangue. Ou seja: fazem bem à saúde.

A tese de que as fibras emagrecem não é apenas uma dica médica. Agora tem também respaldo científico. Jaimie Davis, professora do Departamento de Medicina Preventiva na Universidade do Sul da Califórnia, nos Estados Unidos, apresentou no Congresso Internacional de Obesidade Abdominal, na China, um estudo comprovando a teoria.

? Quanto maior o consumo de fibras, menor o acúmulo de gordura visceral, que fica entre o intestino e outros órgãos abdominais ? afirma a cientista.

:: Palavra do especialista

Os alimentos ricos em fibras emagrecem ou essa informação é um mito?
Nenhuma medida isolada permite o equilíbrio saudável do peso corporal. A ingestão de fibras, com certeza, é essencial para a manutenção da saúde, como também auxilia no tratamento da obesidade e no processo de prevenção de uma série de doenças, incluindo osteoporose, arteriosclerose, dislipidemias, diabetes, diarreia, constipação e câncer intestinal.

Além das fibras, que alimentos devem fazer parte da dieta?
Devemos ter uma dieta distribuída e diversificada, de preferência bem colorida, obedecendo, em quantidade, a pirâmide com base em carboidratos (arroz, pães, massas, mandioca, batata etc.); seguida dos vegetais e frutas; depois dos laticínios, carnes, ovos e feijões; e, no topo, em menor quantidade, óleos, gorduras e doces.

O consumo excessivo de fibras pode trazer danos ao organismo? Quais?
Dificilmente, as fibras trariam danos quando naturalmente presentes em alimentos selecionados para nossas refeições diárias. O consumo excessivo seria mais provável com o uso sem orientação médico-nutricional de fibras industrializadas. Seriam basicamente desarranjos intestinais, sobretudo constipação.

O consumo de fibras pode engordar em vez de emagrecer?
Não existe essa possibilidade.

José Roberto de Deus Macêdo é nutrólogo do Hospital Dr. Jk.

Leia mais
Comente

Hot no Donna