Cientistas criam espermatozoides a partir de células-tronco embrionárias

Pesquisa britânica pode ajudar nos problemas de infertilidade masculina

Cientistas da Universidade de Newcastle e do Instituto de Células-Tronco do Nordeste da Inglaterra produziram espermatozoides a partir de células-tronco embrionárias, que tem capacidade de se transformar em qualquer tecido do organismo humano. Se não fosse por questões éticas e barreiras tecnológicas ainda existentes, poderiam ter criado um embrião que nem chegou a nascer e mesmo assim foi pai.

Na pesquisa, células-tronco de embriões em estágio inicial que eram geneticamente XY (do sexo masculino) receberam substâncias que conduziram seu desenvolvimento até a meiose —a divisão do material genético pela metade, típica das células sexuais — e a transformação em espermatozoides totalmente maduros. Não foi possível realizar o mesmo feito com células obtidas de embriões XX, pertencentes ao sexo feminino.

O resultado da experiência, coordenada por Karim Nayernia, foi publicado na na revista científica Stem Cells and Development. A equipe ressalta que a ideia não é usar esses espermatozoides para fertilizar ninguém, mas estudá-los como um modelo para entender os atuais problemas de infertilidade masculina e, quem sabe, encontrar uma solução para eles no futuro.

Outra utilidade da pesquisa é ajudar homens que um dia já produziram espermatozoides viáveis, mas perderam essa capacidade por danos como os causados por, exemplo, radioterapia ou quimioterapia durante a luta contra o câncer. As informações são do site G1.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna